Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3823
Título: Perfil do motorista do transporte rodoviário florestal
Autor(es): Guimarães, Pompeu Paes
Orientador(es): Romano, Cezar Augusto
Palavras-chave: Motoristas de caminhão - Fatores de risco
Segurança do trabalho
Qualidade de vida no trabalho
Truck drivers - Risk factors
Industrial safety
Quality of work life
Data do documento: 25-Out-2013
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: GUIMARÃES, Pompeu Paes. Perfil do motorista do transporte rodoviário florestal. 2013. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2013.
Resumo: O transporte rodoviário florestal é o principal modal utilizado no Brasil para escoamento de toras dos povoamentos florestais até o mercado consumidor. Os motoristas de veículos pesados passam a sua jornada de trabalho em um mesmo ambiente de trabalho – a cabine do veículo e, associado a estradas em más condições, veículos depreciados e a necessidade de remuneração por produtividade, torna a atividade psico e fisiologicamente desgastante. Partindo deste pressuposto, objetivou-se qualificar o perfil dos motoristas de veículos pesados e extra-pesados do transporte rodoviário florestal no intuito de verificar suas potencialidades, com base na opinião dos mesmos. A metodologia utilizada foi a aplicação de um questionário estruturado aplicado individualmente a 19 motoristas do transporte rodoviário florestal. Em geral, os trabalhadores eram experientes, com escolaridade baixa ou analfabetos. Os turnos de trabalho que exercem suas funções são diferentes dos turnos preferidos. Além dos desconfortos citados, como os problemas de visão e audição, foi constatado um grande número de motoristas que já sofreram algum acidente, sendo a maioria os tombamentos do veículo de transporte rodoviário florestal. As maiores queixas citadas foram cansaços, dores, estalos e formigamentos nos membros inferiores.
Abstract: The forest road is the main modal used in Brazil to flow logs of the forest to the consumer market. The forest road transport drivers spend their workday in the same work environment - the cabin of the vehicle, and associated with poor roads, vehicles depreciated and the need to pay for productivity, makes the activity and psycho physiologically taxing. Under this assumption, the objective was to describle the profile of forest heavy road transport drivers and extra heavy road transport forest in order to verify their potential, based on the opinion of the same. The methodology used was the application of a structured questionnaire applied individually to 19 drivers of road transport forest. In general, workers were experienced with low education or illiterate. Work shifts that exert their functions are different shifts preferred. Besides the discomfort cited as problems with vision and hearing, it was found a large number of drivers who have suffered an accident, most of the overturning of the vehicle road transport forest. The biggest complaints cited were tiredness, pain, popping and tingling in the lower limbs.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3823
Aparece nas coleções:CT - Engenharia de Segurança do Trabalho

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_CEEST_XXVI_2014_30.pdf208,98 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.