Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3954
Título: O sagrado e o profano em Caim e O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de José Saramago
Autor(es): Dias, Bruno Vinicius Kutelak
Orientador(es): Cantarin, Márcio Matiassi
Palavras-chave: O Sagrado na literatura - Estudos comparados
Histórias bíblicas
Cristianismo - Literatura polêmica
Holy, The, in literature - Comparative studies
Bible stories
Christianity - Controversial literatura
Data do documento: 8-Dez-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: DIAS, Bruno Vinicius Kutelak. O sagrado e o profano em Caim e O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de José Saramago. 2014. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2014.
Resumo: O presente Trabalho de Conclusão de Curso tem como proposta explorar a relação entre o sagrado e o profano nas obras O Evangelho segundo Jesus Cristo e Caim, de José Saramago; analisando seus personagens principais, Jesus, Caim, Maria, Maria de Magdala, Eva e Lilith, relacionando-os aos teóricos selecionados. Percebe- se que o autor, nas duas obras selecionadas e em grande parte de sua produção literária tem o humano profano como fator central de suas narrativas, funcionando como modo de questionar o sagrado. Jesus e Caim representam, respectivamente, o sagrado rebaixado e o profano empoderado contra Deus. Maria, Maria de Magdala, Eva e Lilith refletem o feminino questionando o divino e toda a tradição cultural androlática. O trabalho pauta-se, principalmente, nos textos de Auerbach (2001), Bakhtin (1996 e 1998), Barros (1998), Bataille (1987), Eliade (1992), Ferraz (2012), Frye (1973 e 1982) e Whitmont (1991), além de outros. Por meio do estudo das obras observa-se o profano de Saramago adquirindo um papel superior ao tão criticado sagrado. A valorização das características humanas e profanas questiona não somente a religião, mas também a forma com que a sociedade moderna percebe o sagrado.
Abstract: This present work has the purpose to explore the relationship between the sacred and the profane in the narratives Cain and The Gospel According to Jesus Christ, by José Saramago; analyzing its main characters, Jesus, Cain, Mary, Mary Magdalene, Eve and Lilith, relating them to the selected theory. It is noticed that the author, in the two selected works and much of his writing has human profane as the central factor of their narratives, running as a way to question the sacred. Jesus and Cain represent, respectively, the recessed sacred and the profane empowered against God. Mary, Mary Magdalene, Eve and Lilith reflect the feminine questioning the divine and all male-centered cultural tradition. The work is guided mainly by the texts of Auerbach (2001), Bakhtin (1996 and 1998), Barros (1998), Bataille (1987), Eliade (1992), Ferraz (2012), Frye (1973 and 1982) Whitmont (1991), among others. Through the study of the works it is observed Saramago’s profane acquiring a superior role in relation to the so criticized sacred. The appreciation of human and profane features questions not only religion, but also the way that modern society perceives the sacred.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3954
Aparece nas coleções:CT - Licenciatura em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COLET_2014_2_04.pdf617,15 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.