Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4046
Título: Síntese de biodiesel a partir do sebo bovino
Autor(es): Chiapetti, Tatiane Priscila
Orientador(es): Pereira, Pedro Paulo
Palavras-chave: Catalisadores
Esterificação
Soda cáustica
Biodiesel
Catalysts
Esterification
Sodium hydroxide
Biodiesel fuels
Data do documento: 27-Nov-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: CHIAPETTI, Tatiane Priscila. Síntese de biodiesel a partir do sebo bovino. 2014. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2014.
Resumo: Atualmente cresce a demanda por fontes de energia sustentável. Esse aumento induz à busca por fontes alternativas de energia, como o biodiesel – que pode apresentar origem vegetal ou animal. O sebo bovino – de procedência animal – é considerado um resíduo desaconselhável a ser descartado no meio ambiente. É uma matéria-prima já utilizada na produção de biodiesel, porém possui elevada quantidade de ácidos graxos livres (AGL), o que prejudica sua produção, sendo então necessário pré-tratamento para que esses teores diminuam. Neste trabalho foi avaliada a esterificação do sebo bovino e posterior transesterificação. Primeiramente fez-se a esterificação metílica com catalisador ácido sulfúrico. Avaliou-se através de um planejamento 2², variando razão molar óleo/metanol em 1:9 e 1:12 e teor de ácido em 1% e 1,5%, mantendo a reação em 60 ºC por uma hora. Após a esterificação utilizou-se o sebo com menor índice de acidez e saponificação para prosseguir com a produção do biodiesel. Para a transesterificação fez-se igualmente um planejamento 2² utilizando catálise homogênea básica, com NaOH e KOH como catalisadores e razão molar óleo/metanol 1:9, variando quantidade dos catalisadores de 0,5% e 1%. Os períodos de reação foram de 30 e 45 min com temperatura de 60 ºC. O objetivo é produzir um biodiesel com um boa conversão depois que a matéria-prima é esterificada. Para o biodiesel com hidróxido de sódio houve formação de sabão para os experimentos 3 e 4, e conversão de 22% para o 1 e 2. Com o hidróxido de potássio obteve-se conversão de aproximadamente 52%. Pode-se concluir que a concentração de catalisador é fundamental na reação, porém o tempo de reação não influenciou muito na sua conversão. Observou-se que o catalisador KOH foi o mais eficiente.
Abstract: Nowadays the demand for sustainable energy is growing. This increase leads the search for new energy sources, as the biodiesel is. It has animal or vegetable origin. Currently the beef tallow – from animal origin – is taken as a residue that cannot be discarded in the environment. It is a raw material already used in the biodiesel production. However it has high levels of free fatty acids (FFA), what makes its production harder. Therefore pre-treatments are needed in order to reduce these levels. In this study the pre-esterification of the beef tallow and its following transesterification are evaluated. Firstly the methyl esterification with sulfuric acid catalyst is done. It was valuated trough a 2² planning, ranging the molar ratio oil/methanol in 1:9 and 1:12, and also the acid content in 1% and 1,5%, keeping the reaction temperature at 60 ºC for one hour. To proceed with the biodiesel production it was utilized the most efficient of them. For the transesterification was also followed a 22 planning using basic homogenous catalysis, with NaOH and KOH as catalysts and oil/methanol molar ratio 1:9, ranging the catalysts amount of 0,5% and 1%. The reactions periods were 30 and 45 minutes under 60 ºC. The goal is to produce a good quality biodiesel with a good yield after the raw material esterification. For the sodium hydroxide biodiesel there was synthesis of soap for the experiments 3 and 4, a 22% yield for the 1 and 2. Working with the potassium hydroxide biodiesel a yield of approximately 52% was obtained. It can be concluded that the catalyst content is fundamental in the reaction, nevertheless the reaction time did not influence the yield relevantly. It was observed that the more efficient catalyst was KOH.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4046
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_DAQUI_2014_2_2.pdf1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.