Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4880
Título: Nanopartículas de prata para conservação de couve minimamente processada
Autor(es): Nascimento, Karina Favoreto
Orientador(es): Leimann, Fernanda Vitória
Palavras-chave: Produtos agrícolas - Processamento
Couve
Materiais nanoestruturados
Agentes antiinfecciosos
Agricultural processing
Kale
Nanostructured materials
Anti-infective agents
Data do documento: 26-Nov-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: NASCIMENTO, Karina Favoreto. Nanopartículas de prata para conservação de couve minimamente processada. 2015. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2015.
Resumo: As hortaliças minimamente processadas são aquelas que foram fisicamente alteradas, mas que permanecem no estado fresco. Passam por sucessivas manipulações na sua produção aumentando as possibilidades de contaminação microbiológicas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicação de nanopartículas de prata na conservação de couve minimamente processada, em relação as análises dos microrganismos aeróbios mesófilos em placas e microrganismos aeróbios psicrotróficos. Para a obtenção das nanopartículas de prata (AgNPs) foi utilizado os princípios da química verde, utilizando D-glicose como agente redutor e amido como estabilizante. O acompanhamento microbiológico durante o armazenamento da couve minimamente processada foi realizado através de análises microbiológicas nos intervalos de 0, 5 e 10 dias. A couve foi submetida ao processo de sanitização, com 4 diferentes tratamentos: Tratamento controle, onde as amostras de couve foram mergulhadas em água filtrada; Tratamento com hipoclorito de sódio (PuryVitta) 200 mg.L-1;Tratamento com as AgNPs na concentração de 37,5 µg/mL (AgNP 1) e Tratamento com as AgNPs na concentração de 75 µg/mL (AgNP 2). Foram determinados o tamanho de partícula utilizando o espectro de UV-visível e a avaliação das cores das amostras de couve minimamente processadas. Pode-se comprovar a presença de nanopartículas de prata em solução, confirmando assim a eficiência das AgNPs na conservação da couve minimamente processada através das análises microbiológicas. Por meio das análises de cor observou-se através dos resultados que a degradação das couves durante o período analisado foi menor que os outros tratamentos utilizados.
Abstract: Minimally processed vegetables are those who have been physically altered, but remain fresh. Undergo a series of treatments in their production increasing microbiological contamination possibilities. The objective of this study was to evaluate the application of silver nanoparticles in the conservation of minimally processed kale, regarding the analysis of mesophilic aerobic microorganisms in plates and psychrotrophic aerobic microorganisms. To obtain the silver nanoparticles (AgNPs) was used with the principles of green chemistry using D-glicose as a reducing agent and starch as a stabilizer. Microbiological monitoring during minimally processed cabbage storage was carried out through microbiological analysis in the ranges of 0, 5 and 10 days. The cabbage was subjected to sanitization process with four different treatments: control, where the cabbage were dipped in filtered water; Treatment with sodium hypochlorite (PuryVitta) 200 mg.L-1; AGNPS Treatment with a concentration of 37.5 mg/mL (AgNP 1) and treatment with AGNPS at a concentration of 75 ug / ml (AgNP 2). Samples were analyzed for particle size using the UV-visible spectrum of the color and evaluation of minimally processed cabbage samples. One can prove the presence of silver nanoparticles in solution, thereby confirming the efficiency of AgNPs in the conservation of cabbage minimally processed through microbiological analyzes. Through color analysis it was observed from the results that the degradation of sprouts during the reporting period was smaller than the other treatments.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4880
Aparece nas coleções:CM - Engenharia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAL_2015_2_10.pdf693,08 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.