Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4941
Título: Química, água e mídia: uma proposta didático-pedagógica para a educação básica
Autor(es): Almeida, Mônica Patrícia de
Orientador(es): Deimling, Natalia Neves Macedo
Palavras-chave: Química da água
Ensino - Metodologia
Ciência na comunicação de massa
Pedagogia crítica
Water chemistry
Teaching - Methodology
Science in mass media
Critical pedagogy
Data do documento: 11-Dez-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: ALMEIDA, Mônica Patrícia de. Química, água e mídia: uma proposta didático-pedagógica para a educação básica. 2015. 115 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2015.
Resumo: Tendo a água como substância essencial na vida de qualquer ser humano, e considerando a forma como a mídia muitas vezes influência no consumo de água mineral gaseificada em detrimento, por exemplo, da água de torneira, filtrada e/ou de poço artesiano, objetivamos com esta pesquisa elaborar, desenvolver e analisar uma proposta pedagógica para o ensino de Química no ensino médio. Para tanto, desenvolvemos uma pesquisa de abordagem qualitativa com três turmas de segundo ano do ensino médio de duas escolas públicas pertencentes ao Núcleo Regional de Educação de Campo Mourão, sendo: uma turma de segundo ano regular e uma turma de segundo do curso técnico em administração integrado ao ensino médio do Colégio Estadual de Campo Mourão e uma turma de segundo ano regular do Colégio Estadual do Campo Joana D’arc. As diferentes realidades foram escolhidas tendo em vista conhecer diferentes contextos formativos. Para a construção e análise dos dados, adotamos como referencial teórico-metodológico a Psicologia Histórico-Cultural (VIGOTSKI, 1994) e a Pedagogia Histórico-Crítica (SAVIANI, 2009; GASPARIN, 2009), bem como artigos científicos que tratam do conteúdo de Química da Água e das influências da mídia na aprendizagem dos estudantes. Tomando como base o método dialético de ensino proposto pela Pedagogia Histórico-Crítica, realizamos em um primeiro momento um diagnóstico – por meio de questionários, observações e discussões orais – sobre a forma como os alunos compreendem o consumo da água potável e a qualidade da água tratada e água mineral envasada (gaseificada e não gaseificada). Em um segundo momento, partimos para a problematização e instrumentalização do conhecimento em suas diferentes dimensões, momento em que articulamos atividades teórico-práticas contemplando a análise de cor, odor e sabor, bem como de pH e de determinação de presença de cloretos na água de torneira, filtrada, de poço artesiano, mineral envasada e mineral envasada gaseificada, bem como a interpretação dos rótulos dos dois últimos tipos de água (mineral envasada sem gás e mineral envasada gaseificada), tendo em vista também, a discussão sobre as influências dos meios de comunicação no consumo desses diferentes tipos de água. A partir da análise dos dados – obtidos por meio da participação, discussão, reflexão e relatos entre professor e alunos envolvidos na pesquisa – observarmos que o conhecimento de senso comum deu lugar ao conhecimento científico, uma vez que os alunos conseguiram compreender e expressar a consciência de que nem tudo o que é falado ou apresentado na televisão, jornais, sites de internet, cartazes, pôsteres ou outros meios de comunicação, especificamente sobre a Química, corresponde exatamente à realidade. Com base nos resultados obtidos consideramos que os objetivos propostos no trabalho, são os de mediar a passagem do senso comum à consciência científica e elaborada sobre os diferentes conteúdos e conhecimentos da prática social, bem como com da formação de sujeitos críticos, livres e emancipados culturalmente, foram alcançados com êxito.
Abstract: Having water as an essential substance in every human being's life, and considering how the media often influence on consumption of sparkling water to the detriment of tap water, filtered and/or of artesian well, for example, this research aims to design, develop and analyze a pedagogical approach to teach chemistry in high school. To this end, we developed a qualitative research in three groups that are in second year of high school in two public schools which belong to the Regional Education Center in Campo Mourão, they are: a group in second regular year and another in second year of an administrative technical course that is integrated to high school of Campo Mourão State School and a group in second regular year of Joana D'Arc State School. The different realities were chosen in order to meet different training contexts. For the construction and analysis of data, we used as theoretical and methodological reference the Cultural-Historical Psychology (Vygotsky, 1994) and the Historical-Critical Pedagogy (Saviani, 2009; GASPARIN, 2009), as well as scientific articles about water chemistry content and the media influences on student learning. Based on the dialectic method of teaching proposed by the HistoricalCritical Pedagogy, we conducted a diagnosis at first - through questionnaires, observations and oral discussions - about how students understand the consumption of drinking water, the treated water quality and bottled mineral water (carbonated and non-carbonated). In a second moment, we started to questioning and instrumentalization of knowledge in its different dimensions, when we articulate the theoretical and practical activities to contemplate the color analysis, smell and taste as well as pH and determination of the presence of chlorides in the tap water, filtered, artesian well, mineral bottled and sparkling water as well as the interpretation of the labels of the last two types of water (mineral bottled water without and with carbonate), we also discussed about the media influences of the communication means in the consumption of these different types of water. From the analysis of data - that were obtained through participation, discussion, reflection and reports between teacher and students who were involved in the research - we observed that the common sense knowledge gave rise to scientific knowledge, when students were able to understand and express the consciousness that not everything that is spoken or presented on television, newspapers, Internet sites, billboards, posters or other means of communication, specifically about chemistry, corresponds exactly to the reality. Based on the results we consider that the objectives that were proposed in the work: mediate the passage from common sense to scientific awareness and elaborated on the different content and knowledge of social practice; and form critical people, who are free and culturally emancipated, were successfully achieved.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4941
Aparece nas coleções:CM - Licenciatura em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COLIQ_2015_2_06.pdf930,67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.