Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4984
Título: Estudo geoambiental de uma voçoroca em Campo Mourão - PR
Autor(es): Machado, Mariana de Sarges
Orientador(es): Mezzomo, Maristela Denise Moresco
Palavras-chave: Solos - Erosão
Drenagem
Voçorocas
Soil erosion
Drainage
Arroyos
Data do documento: 7-Jul-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: MACHADO, Mariana de Sarges. Estudo geoambiental de uma voçoroca em Campo Mourão - PR. 2015. 62 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2015.
Resumo: O processo de urbanização tende a impermeabilizar o solo, incidindo diretamente na dinâmica hidrológica. Essa mudança nos caminhos naturais de circulação da água pode acarretar em diversos problemas, entre eles, a erosão urbana. A erosão é o desgaste natural do solo, que pode ser agravada por fatores antrópicos. Quando ocorrida em áreas urbanas, geralmente está relacionada à drenagem urbana, que costuma não acompanhar a expansão da cidade, se tornando muitas vezes ineficiente. As voçorocas urbanas tem se tornado um problema ambiental preocupante nos municípios brasileiros, pois limita a expansão urbana, além de resultar em problemas de ordem ambiental e social. Diante disso, o presente trabalho teve por objetivo realizar um diagnóstico geoambiental de uma voçoroca localizada no município de Campo Mourão, PR. Para a realização desse estudo, na primeira etapa, foram utilizados materiais cartográficos e imagens de satélite, com a finalidade de caracterizar fisicamente a área da e voçoroca. Na segunda etapa foi realizado o levantamento de informações sobre o processo erosivo e realizadas entrevistas com os moradores do entorno. Nas etapas posteriores foram elencadas as causas e consequências do processo erosivo e por fim, sugestões para a contenção do processo erosivo e melhoria da área degradada. Através das entrevistas pode-se conhecer o histórico do processo erosivo, que teve início na década de 1970 e foi se intensificando até a década de 1980. Por volta de 1989 foi realizada a única obra para conter a erosão, sendo feito o aterramento da voçoroca com resíduos da construção civil. Como causas da erosão, foram constatadas a drenagem urbana, a supressão da área de preservação permanente, o aterramento e a construção de um loteamento no terreno ao lado da voçoroca. Esses processos todos culminaram no agravamento da erosão, estendendo suas consequências às residências do entorno, que apresentam estrutura comprometida e à poluição do córrego/voçoroca. A partir do levantamento de causas e consequências, foram propostas ações de melhoria ambiental, a saber: divisão da tubulação que deságua no córrego afluente do Rio KM 119, para que este receba menor volume de água; criação de uma bacia de contenção, por meio de uma estrutura que controle a saída da água, permitindo maior infiltração e diminuindo a velocidade do escoamento; restabelecimento da área de preservação permanente, com a sugestão de espécies importantes no processo de recuperação da área; e suspensão das obras do loteamento, que de acordo com a legislação brasileira encontram-se ilegais.
Abstract: The urbanization process tends to waterproof soils affecting the hydrologic dynamic directly. These changes on water’s natural paths can result in many problems such as urban erosion. Erosion is the natural soil wearing which can be aggravated by anthropic factors. When this phenomenon occurs in urban areas is generally related to urban drainage that, most of the time, does not follow the city expansion thus becoming inefficient. Urban gullies have become an concerning environmental issue in Brazilian municipalities for they limit urban expansion; moreover, they cause both environmental and social problems. For that reason, the present work objective was to perform a geoenvironmental diagnosis of a gully located in Campo Mourão, PR. In order to realize the study, cartographic material and satellite images were used on the first stage aiming to physically characterize the gully. On the second stage, information about the erosive process was gathered and the surrounding dwellers were interviewed. The following stages were related to causes and consequences of the erosive process and, finally, to suggestions for holding the erosion and improving the degraded area. With the interviews, it was possible to know the history of the erosive process, initiated in the 1970 decade and intensified until the 1980 decade. In the late 1989, a landfilling was performed with construction waste in order to hold the erosion. The causes of the erosion were found to be the urban drainage, the suppression of the permanent preservation area, the landfilling and the creation of a housing development in the surrounding area. All these processes aggravated the erosion process extending its consequences to the nearby area, which has impaired structures and polluted stream inside the gully. Using the information about causes and consequences, some actions for environmental improvement were proposed: division of the pipes that leads water into the affluent stream of KM 119 river so it will receive a lower water volume; the creation of a containment basin using a structure that controls the inflow and outflow of water, which allows a better infiltration and lowers the flow rate; reestablishment of the permanent preservation area along with the suggestion of important species in the recuperation process of the area; and the suspension of the housing development, which is illegal, according to Brazilian legislation.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4984
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAM_2015_1_11.pdf3,4 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.