Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4996
Título: Análise da variabilidade espaço-temporal da precipitação pluviométrica na bacia do Rio Mourão - PR
Autor(es): Freire, Vanderson Henrique Neves
Orientador(es): Baldo, Maria Cleide
Palavras-chave: Bacias hidrográficas
Chuvas
Climatologia
Watersheds
Rain and rainfall
Climatology
Data do documento: 7-Ago-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: FREIRE, Vanderson Henrique Neves. Análise da variabilidade espaço-temporal da precipitação pluviométrica na bacia do Rio Mourão - PR. 2014. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2014.
Resumo: O clima, e especialmente a precipitação, tem influência direta no ciclo hidrológico, impondo limitações para as atividades antrópicas, sobretudo a agricultura. Portanto, estudar o padrão regional de precipitação auxilia no planejamento e zoneamento adequado das atividades econômicas e da preservação ambiental. Assim, este trabalho tem por objetivo analisar a variabilidade espacial e temporal da precipitação pluviométrica na bacia do rio Mourão, localizada no centro-oeste paranaense. Para isso, foram analisados dados mensais de 13 postos pluviométricos selecionados, no período de 1980 a 2012, obtidos junto ao Instituto das Águas do Paraná. Os dados foram organizados em planilhas e uniformizados, preenchendo as falhas existentes para possibilitar os cálculos de estatística descritiva, pelos parâmetros de média, desvio padrão e coeficiente de variação. Os valores obtidos foram analisados nas escalas mensal, sazonal, anual e interanual, por meio de gráficos e mapas de isoietas elaborados por interpolação pelo método de kriging. Os totais anuais passaram por análise de cluster, onde os postos pluviométricos formaram grupos similares, que foram espacializados. As variações interanuais foram observadas por meio de um painel espaço-temporal, onde os anos foram classificados em cada posto, e foram então selecionados quatro anos para análise mais aprofundada. Em todas as análises realizadas, a falta de dados na porção central da bacia foi fator limitante para analisar a variação espacial da precipitação com precisão. Na análise mensal, o mês mais seco para todos os postos foi agosto, chegando a cerca de 65 mm ao norte da bacia, enquanto o mês mais chuvoso variou entre janeiro (9 postos), outubro (3 postos) e dezembro (1 posto), com valores máximos próximos a 230 mm. Na escala sazonal, a primavera e o verão mostraram valores próximos de 600 mm no sul da bacia, sendo a primavera mais chuvosa em 7 postos, e o verão em 6. O inverno foi mais seco em todos os casos. Na escala anual, o valor médio foi de 1753,7 mm, variando entre 1242,2 mm, em 1983, e 2556,9 mm, em 1988. Houve uma tendência geral de decréscimo dos valores de precipitação em direção ao norte, causada pela diferença gradativa de altitude, além de haver influência da transição entre o clima tropical e subtropical nessa região. Essa diferenciação também foi obtida na análise de cluster, que obteve dois grupos homogêneos, com padrões distintos entre a montante e a jusante. A partir do painel espaço-temporal de precipitação, foi escolhido um ano-padrão chuvoso (1990), um tendente a chuvoso (1998), um seco (1988) e um tendente a seco (1999). Em todos esses anos, os padrões de precipitação fugiram dos valores médios, com variações tanto espaciais quanto temporais, relacionadas à influência de fenômenos de circulação atmosférica, como El Niño e La Niña, causando padrões de distribuição espaço-temporal diferenciados nos anos atípicos.
Abstract: The climate, and especially rainfall, has direct influence on hydrological cycle, imposing limitations to anthropic activities, mainly agriculture. Therefore, studying the regional rainfall pattern assists on appropriate planning and zoning of economic activities and environmental preservation. Thus, this work has as its objective to analyze the spatial and temporal variability of pluviometric precipitation on Mourão river basin, located on Midwest of Paraná. To do this, monthly data from 13 selected pluviometric stations were analyzed, on the period from 1980 to 2012, obtained with Instituto das Águas do Paraná (Paraná Waters Institute). Data were organized on spreadsheets and standardized, filling existing failures to allow the calculation of descriptive statistics, by the parameters of average, standard deviation and variation coefficient. Obtained values were analyzed on monthly, seasonal, annual and interannual scales, by graphics and isohyet maps elaborated by interpolation via the kringing method. Yearly totals went through cluster analysis, where the pluviometric stations formed similar groups, that were spatialized. The interannual variations were observed with a spatiotemporal panel, where years were classified in each station, and then four years were selected for further analysis. In all performed analysis, the lack of data on the basin central portion was a limiting factor to analyze spatial variation of rainfall with precision. On monthly analysis, the driest month to all stations was August, reaching around 65 mm on north of the basin, while the rainiest month varied between January (9 stations), October (3 stations) and December (1 station), with maximum values close to 230 mm. On seasonal scale, spring and summer showed values close to 600 mm on south of the basin, spring being rainier on 7 stations, and summer on 6. Winter was the driest season in all cases. On yearly scale, the average value was of 1753,7 mm, varying between 1242,2 mm, in 1983, and 2556,9 mm, in 1988. There was a general tendency of decrease of rainfall values towards the north, caused by the gradual difference of altitude, besides the influence of transition between tropical and subtropical climates in this region. This differentiation was also obtained on cluster analysis, that obtained two homogeneous groups, with distinct patterns between upstream and downstream. From the spatiotemporal precipitation panel, it was chosen one rainy pattern year (1990), one tending to rainy (1998), one dry (1988) and one tending to dry (1999). In all these years, the rainfall patterns got away from the average values, with both spatial and temporal variations, related to the influence of atmospheric circulation phenomena, like El Niño and La Niña, causing different spatiotemporal distribution patterns on atypical years.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4996
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAM_2014_1_25.pdf2,89 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.