Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5015
Título: Avaliação de Abelmoschus esculentus (l.) Moench como auxiliar natural de floculação no tratamento de soluções com corante têxtil
Autor(es): Lima, Bruna Caroline de
Orientador(es): Medeiros, Flávia Vieira da Silva
Palavras-chave: Quiabo
Águas residuais - Purificação - Floculação
Indústria têxtil
Biopolímeros
Okra
Sewage - Purification - Flocculation
Textile industry
Biopolymers
Data do documento: 7-Jul-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: LIMA, Bruna Caroline de. Avaliação de Abelmoschus esculentus (l.) Moench como auxiliar natural de floculação no tratamento de soluções com corante têxtil. 2015. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2015.
Resumo: Os polímeros naturais apresentam diversas vantagens quando utilizados como auxiliares de coagulação e floculação. Especificamente neste trabalho, avaliou-se o emprego do biopolímero dos frutos maduros de Abelmoschus esculentus (L.) Moench (quiabo) como auxiliar de floculação na remoção de cor de soluções aquosas de alaranjado de metila (corante têxtil). Primeiramente o comprimento de onda da solução 0,15 g/L de alaranjado de metila foi determinado por meio de varredura espectral, como sendo 458 nm. A curva de calibração para soluções com diferentes concentrações do corante também foi determinada por este método. Utilizando um planejamento fatorial 2³, foram realizados ensaios variando as concentrações de coagulante químico, corante e auxiliar de floculação. Os melhores resultados de remoção de cor e geração de lodo foram obtidos quando as concentrações de coagulante e corante estavam no nível inferior. Em seguida, utilizou-se o método de regressão por mínimos quadrados parciais (PLS). Para identificar quais coeficientes de regressão foram significativos, uma curva de distribuição de probabilidade normalizada foi avaliada, juntamente com a avaliação da superfície de resposta e as equações dos modelos para selecionar a melhor condição experimental que promovesse a melhor remoção de cor e a maior quantidade de formação de lodo. Com essa metodologia pode-se confirmar que os melhores resultados são alcançados com as concentrações de corante e coagulante químico nos níveis inferiores e ainda mostrou que a concentração de quiabo não interferiu nos resultados de forma significativa. Assim, determinou-se a melhor condição experimental para a realização de novos ensaios, sendo: 0,75 g/L de coagulante químico, 0,075 g/L de corante, e para efeito de comparação, foram avaliadas as concentrações de 0,1 e 0,2 % para o auxiliar de floculação. Por fim, caracterizou-se físico-quimicamente a solução tratada quanto à cor, pH e turbidez e o lodo residual quanto ao volume, densidade, pH, umidade, matéria orgânica e alumínio. Com os resultados obtidos no trabalho, foi possível concluir que melhores valores de remoção de cor e formação de lodo são adquiridos com o corante e o coagulante químico nos níveis inferiores de concentração. A aplicação do auxiliar de floculação foi significativa, porém a concentração utilizada foi indiferente para a remoção de cor e formação de lodo.
Abstract: Natural polymers have several advantages when used as coagulation and flocculation auxiliary. Specifically in this work, we evaluated the use of biopolymer found in ripe fruits of Abelmoschus esculentus (L.) Moench (okra) as flocculation auxiliary in the removal of color in the aqueous solutions of methyl orange (textile dye). First, the wavelength of the 0.15 g / L methyl orange solution was determined by spectral scanning as being 458 nm. The calibration curve for solutions with different dye concentrations were also determined by this method. Using a factorial design 2³, tests varying the concentration of chemical coagulant, dye and flocculation auxiliary were performed. The best results for color removal and sludge generation were obtained when the coagulant concentrations and dye were at the lowest levels. Then, the regression method by partial least squares (PLS) was used. To identify what regression coefficients were significant, a normalized probability distribution curve was analyzed with the evaluation of the response surface and the equations models to select the best experimental conditions that promote the best color removal and the greatest amount of sludge formation. With this methodology, could be confirmed that the best results are achieved when dye concentrations and chemical coagulant are in the lowest levels, and even showed that the concentration of okra do not affect the results significantly. Therefore, was determined that the best experimental condition to perform further tests were 0.75 g/L of chemical coagulant, 0.075 g/L of dye, and for comparison, were evaluated concentrations of 0.1 and 0.2 % for the flocculation auxiliary. Finally, the treated solution was physicalchemistry characterized by the color, pH and turbidity and the waste sludge by volume, density, pH, moisture, organic matter and aluminum. With the obtained results, was concluded that the best color removal values and sludge formation are acquired with the dye and chemical coagulant at the lowest concentration levels. The application of flocculating auxiliary was significant, but the used concentration was irrelevant for the color removal and sludge formation.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5015
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAM_2015_1_05.pdf
  Disponível a partir de 2020-08-01
1,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.