Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5020
Título: Obtenção e caracterização de micropartículas estruturadas de biopolímeros contendo curcumina
Autor(es): Terao, Mariana
Orientador(es): Gonçalves, Odinei Hess
Palavras-chave: Corantes
Biopolímeros
Cúrcuma
Colorings matter
Biopolymers
Turmeric
Data do documento: 27-Nov-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: TERAO, Mariana. Obtenção e caracterização de micropartículas estruturadas de biopolímeros contendo curcumina. 2015. 41 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2015.
Resumo: A curcumina é um corante natural amarelo-alaranjado extraída do rizoma da Curcuma longa L., a qual, segundo estudos, apresenta diversas propriedades biológicas como, antioxidante, antimicrobiana, antiinflamatória e antimutagênica. No entanto, sua aplicação como corante natural na indústria de alimentos é dificultada devido suas características desfavoráveis, como por exemplo, a insolubilidade em água, a sensibilidade ao tratamento térmico, a luz, a presença de enzimas, ácido ascórbico e íons metálicos. Então, estudos vêm sendo realizados com a finalidade de encontrar uma alternativa para melhorar a disponibilidade e aplicação tecnológica da curcumina. A técnica de microencapsulação deste componente, apresenta-se como uma possibilidade de facilitar sua aplicação. Neste trabalho, curcumina foi encapsulada em micropartículas de policaprolactona (PCL), poli(hidroxibutirato-cohidroxivalerato (PHBV) e com blenda de PCL e PHBV (1:1) através da técnica de emulsificação/evaporação do solvente. Foram realizadas análises de caracterização das micropartículas, que apresentaram formato esférico para o PCL e formatos irregulares nas formulações com PHBV, e melhor eficiência de encapsulação para o PCL (80±2)% do que para o PHBV (47±3)%. As análises de caracterização térmica (DSC) e FTIR, comprovaram que os polímeros PCL e PHBV são imiscíveis e que a curcumina realmente foi encapsulada. E ainda, avaliou-se perfis de liberação da curcumina das micropartículas, sendo as micropartículas de PCL com uma taxa inicial de liberação de 7*10-5 mg cur/(mL. min), e as micropartículas de PHBV com taxa inicial de liberação de 3*10-4 mg cur/(mL. min). Os resultados indicam que a técnica utilizada é viável para futuros testes na formulação de alimentos.
Abstract: Curcumin is a yellow-orange natural dye extracted from the rhizome of Curcuma longa L., which, according to studies, has several biological properties as antioxidant, antimicrobial, anti-inflammatory and antimutagenic. However, its application as a natural colorant in the food industry is often difficult due to their unfavorable features, for example, insolubility in water, sensitive to heat treatment, light, presence of enzymes, ascorbic acid and metal ions. Then, studies have been conducted in order to find an alternative to improve the availability and technological application of curcumin. The microencapsulation technique of this component, presents itself as an opportunity to facilitate their application. In this work, curcumin was encapsulated in microparticles polycaprolactone (PCL), poly (hydroxybutyrate-co-hydroxyvalerate (PHBV) and blends of PCL and PHBV (1:1). Through emulsification technique/solvent evaporation were performed analysis characterization of the microparticles, which showed spherical shape for the PCL and irregular shapes in formulations with PHBV, and improved encapsulation efficiency for the PCL (80±2)% of that for the PHBV (47±3)%. The thermal characterization analyzes (DSC) and FTIR showed that the PCL and PHBV polymers are immiscible and curcumin was actually encapsulated. Also, we evaluated curcumin release profiles of microparticles, and PCL microparticles with an initial release rate 7*10-5 mgcur/(mL.min) and PHBV microparticles with an initial release rate of 3*10-4 mgcur/(mL.min). The results indicate that the technique is viable for further tests in the food formulation.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5020
Aparece nas coleções:CM - Engenharia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAL_2015_2_17.pdf1,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.