Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5218
Título: Extração e microencapsulação de óleo da semente do maracujá em poli (caprolactona)
Autor(es): Barbieri, Jéssica Cintia
Orientador(es): Leimann, Fernanda Vitória
Palavras-chave: Maracujá
Sementes oleaginosas
Redução de resíduos
Espectroscopia de infravermelho
Polímeros
Passion fruit
Oilseeds
Waste minimization
Infrared spectroscopy
Polymers
Data do documento: 8-Ago-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: Barbieri, Jéssica Cintia. Extração e microencapsulação de óleo da semente do maracujá em poli (caprolactona). 2014. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2014.
Resumo: O processamento do suco de maracujá gera uma grande quantidade de subprodutos, os quais são as sementes e cascas, que geralmente são descartados, tornando-se um problema de resíduo industrial. O óleo de semente de maracujá possui variada aplicação na indústria, porém este possui um alto teor de ácidos graxos insaturados, sendo suscetível a rancidez oxidativa. Uma alternativa para evitar a exposição do óleo para o ar atmosférico que leva a essa oxidação e aumentar assim a estabilidade do óleo é a sua microencapsulação. Neste trabalho o óleo das sementes de maracujá foi extraído com hexane e o óleo resultante foi microencapsulado por emulsificação evaporação do solvente com poli(ε-caprolactona) (PCL). A influência das condições experimentais, taxa de agitação e quantidade de óleo, foi avaliada no diâmetro medio (Dp) e distribuição de tamanhos (índice de polidispersão, PDI) das microcápsulas pelo Teste-t de Student com 95% de confiança. A interação da casca polimérica com o óleo encapsulado foi avaliada por Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR). O rendimento da extração do óleo foi de 29,5%. Microcápsulas com 137,4 μm foram obtidas wuando 500 RPM de taxa de agitação foi utilizada. Foi observada diferença significativa no Dp entre as micropartículas branco (sem óleo) e as microcápsulas microcápsulas a 500 RPM. Quando a taxa de agitação foi aumentada para 1.000 RPM nenhuma diferença significativa foi observada para o Dp nem para o PDI das microcápsulas. Foi possível observar interações entre a casca polimérica e o óleo de semente de maracujá pelos espectros de FTIR.
Abstract: The processing of passion fruit juice generates a large amount of by-products, which are seeds and shells, which are usually discarded becoming an industrial waste problem. It represents significant waste amounts, turning it a scientific and technological interesting resource to add value. The passion fruit seed oil has a wide range of application in industry, but it presents a high content of unsaturated fatty acids, being susceptible to oxidative rancidity. An alternative to avoid the exposure of the oil to atmospheric air, that leads to its oxidation, and increase its stability is its microencapsulation. In this work the passion fruits seed oil was extracted with hexane and the resulting oil was microencapsulated by emulsification solvent evaporation with poly(ε-caprolactone) (PCL). The influence of the experimental conditions, stirring rate and oil amount, was evaluated on the final average diameter (Dp) and size distribution (Polydispersion index, PDI) of the microcapsules by Students T-test with 95% of confidence. The interaction of the polymeric shell with the encapsulated oil was evaluated by Spectroscopy Fourier Transform Infrared Spectroscopy (FTIR). The yield of oil extraction obtained was equal to 29.5%. Microcapsules with 137.4 μm were obtained when 500 RPM of stirring rate was used. A significant difference was observer in Dp between the blank microparticles (no oil) and microcapsules at 500 RPM. When the stirring rate was increased to 1,000 RPM any significant difference was observed in the Dp nor in PDI to microcapsules. It was possible to observe interactions between the polymeric shell and the passion fruit oil by FTIR spectra.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5218
Aparece nas coleções:CM - Engenharia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAL_2014_1_05.pdf878,23 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.