Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5316
Título: Eficiência dos processos de flotação e filtração com uso de coagulante natural e químico no tratamento de efluente de laticínio
Autor(es): Andrade, Guilherme Carvalho de
Orientador(es): Pereira, Edilaine Regina
Palavras-chave: Coagulantes
Flotação
Águas residuais - Purificação - Filtração
Laticínios
Coagulants
Flotation
Sewage - Purification – Filtration
Dairying
Data do documento: 15-Jun-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: ANDRADE, Guilherme Carvalho de. Eficiência dos processos de flotação e filtração com uso de coagulante natural e químico no tratamento de efluente de laticínio. 2015. 80 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2015.
Resumo: A indústria de laticínio constitui uma parcela significativa da indústria alimentícia mundial, principalmente em volume de produção. Essa alta produção traz consigo uma elevada geração de efluentes com grande potencial poluidor, em decorrência, principalmente, da grande quantidade de matéria orgânica presente neste efluente. Existem, porém, alguns problemas associados ao uso de coagulantes químicos no tratamento de efluentes, o que tem despertado o interesse de pesquisadores em buscar formas alternativas para seu uso. Dentre as formas mais estudadas, podem-se citar os coagulantes naturais, como é o caso da semente de Moringa oleifera, que já vem se destacando tanto no tratamento de água como no tratamento de efluente. O objetivo deste trabalho foi realizar o tratamento do efluente de laticínio através das técnicas de coagulação/floculação/flotação/filtração, utilizando o coagulante Moringa oleifera e o coagulante químico policloreto de alumínio (PAC), comparando seus desempenhos. Por meio de ensaios com o floteste e com filtros de areia foram aplicadas diferentes concentrações de cada coagulante ao efluente em questão e avaliou-se a eficiência dos tratamentos na remoção dos parâmetros pH, cor aparente, turbidez, condutividade elétrica, DQO e série de sólidos. Constatou-se que o coagulante químico teve forte influência sob o pH e a condutividade elétrica, ao contrário do coagulante natural. Para os outros parâmetros avaliados, de modo geral, as concentrações mais elevadas dos coagulantes apresentaram melhor eficiência. Para a DQO, o coagulante natural obteve 16,82% de remoção após a filtração na concentração 3. A Moringa oleifera apresentou uma remoção de 34,7% para cor aparente, 40,4% para turbidez e 92,8% para os sólidos voláteis. Já o PAC, obteve remoção de 90,5%, 90,85% e 72,3% para os mesmo parâmetros, sendo, de maneira geral, mais eficiente que a Moringa oleifera. Apesar do coagulante natural não ter sido mais eficiente que o coagulante químico, os resultados positivos de eficiência de remoção com o uso da Moringa oleífera a tornam uma potencial alternativa no tratamento de efluente de laticínio, podendo esta ser utilizada como um complementar ao coagulante químico.
Abstract: The dairy industry constitutes a significant portion of the worldwide food industry, particularly when it comes to production volume. This high production also brings an elevated sewage production with big pollutant potential, due mainly to the large amount of organic matter present in the effluent. However, there are some problems associated with the use of chemical coagulants in wastewater treatment, which has aroused the interest of researchers to seek alternative ways for its use. Among the most studied forms, there may be mentioned natural coagulants such as Moringa oleifera seed, which has stood out in the water treatment as well in effluent treatment. The aim of this study was the treatment of dairy effluent through the techniques of coagulation / flocculation / flotation / filtration using Moringa oleifera coagulant and chemical coagulant polyaluminum chloride (PAC), comparing their performances. Through trials with floteste and sand filters, different concentrations of each coagulant were applied to the present effluent and the effectiveness of treatment in removing the parameters pH, apparent color, turbidity, electrical conductivity, COD and number of solid was evaluated. It was found that the chemical coagulant had a strong influence on the pH and electrical conductivity, unlike natural coagulant. For the other parameters evaluated, in general, the highest concentrations of coagulant showed better efficiency. For COD, the natural coagulant reached 16.82% removal after filtration the concentration 3. Moringa oleifera showed a removal of 34.7% to the apparent color, 40.4 % to for turbidity and 92.8% for volatile solids. To PAC, obtained removal of 90.5%, 90.85% and 72.3% for the same parameters, and, in general, more efficient than Moringa oleifera. Although the natural coagulant was not as efficient as the chemical coagulant, the positive results of removal efficiency with the use of Moringa oleifera make it a potential alternative for the treat ment of dairy industry effluent that can be used as a supplement to the chemical coagulant.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5316
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2015_1_07.pdf1,26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.