Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5369
Título: Tratamento de água de corpo lêntico com uso de coagulante orgânico e inorgânico - Lago Igapó II
Autor(es): Botelho, Jaqueline da Costa
Orientador(es): Theodoro, Joseane Debora Peruço
Palavras-chave: Água - Purificação - Coagulação
Coagulantes
Water - Purification - Coagulation
Coagulants
Data do documento: 17-Jun-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: BOTELHO, Jaqueline da Costa. Tratamento de água de corpo lêntico com uso de coagulante orgânico e inorgânico - Lago Igapó II. 2016. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2016.
Resumo: A proposta deste trabalho foi utilizar o coagulante orgânico Tanfloc SG e o coagulante inorgânico sulfato de alumínio, por processos de coagulação, floculação e sedimentação, para tratar a água do lago Igapó II, localizado no munícipio de Londrina-PR, investigando-se a potencial utilização do mesmo para abastecimento. Para o experimento, as dosagens dos dois coagulantes escolhidos, foram variadas seguindo as concentrações C1: 25mgL-1, C2: 45mgL-1 e C3: 65mgL-1. O tratamento ocorreu com o uso do equipamento jar-teste as mesmas condições de mistura rápida e de floculação utilizados na ETA da Companhia de Saneamento do Paraná (SANEPAR). Os valores do gradiente de mistura consistiam em um tempo de mistura rápida, 450s-1, e quatro decaimentos, 90s-1, 52s-1, 40s-1 e 30s-1. Após o ensaio, realizou-se um estudo para comparar a remoção de turbidez e cor aparente, além da variação de pH após 10, 20 e 30 minutos de sedimentação. A amostra em estudo foi coletada dias antes dos ensaios. Nos ensaios realizados, tanto para o Tanfloc SG, como para o sulfato de alumínio, a concentração de 65mgL-1, apontaram um bom desempenho. Constatou-se que o coagulante orgânico apesar de ter apresentado variação no parâmetro pH, não foi significativa. Observou-se que o mesmo formou flocos maiores e que se sedimentaram mais rapidamente se comparados aos formados ao coagulantes inorgânico. Os resultados dos percentuais de remoção e a análise estatística indicaram um grande potencial para o Tanfloc SG quando comparado ao sulfato de aluminío, tendo em vista, que mesmo sem a etapa de filtração não ter sido realizada, alguns ensaios apontaram que os valores dos parâmetros analisados estão dentro dos valores máximos permitidos pela Portaria de Potabilidade 2914/11 do Ministério da Saúde e, portanto, pode vir a ser utilizado em substituição ao sulfato de alumínio, comumente utilizado no tratamento de água.
Abstract: The purpose of this study was to use organic coagulant Tanfloc SG and the inorganic coagulant aluminum sulfate coagulation through flocculation, sedimentation and processes, to treat the lake water Igapó II, it is located in the city of Londrina, to explore the potential use of for supply. For the experiment, the doses of the two coagulant chosen were varied C1 following concentrations: C1: 25mgL-1, C2: 45mgL-1 and C3: 65mgL-1: 65mgL-1.The treatment occurred using the jar test equipment with the same conditions of rapid mixing and flocculation used in the ETA of the Paraná Sanitation Company (Sanepar). The values of gradient mixture consisted of a time of rapid mixing, 450s-1 and four decays, 90s-1 52s-1 40s-1 and 30s-1. After the test, a study to compare the removal of turbidity and apparent color in addition to the pH change after 10, 20 and 30 minutes of settling, was done. The study sample was collected days before the tests. In the tests performed, both the Tanfloc SG, as for the aluminum sulfate concentration of 65mgL-1, showed good performance. It was found that the organic coagulant despite some variation in the pH parameter was not significant. It was observed that even larger flocs formed and are sedimented faster compared to those formed when inorganic coagulants. The results of the percent removal and statistical analysis indicated a large potential for Tanfloc SG when compared with sulfate of aluminum, in order that even without a filtration step was not carried out, some tests indicated that the values of the analyzed parameters they are within the maximums allowed by Order of potability 2914/11 the Ministry of Health and, therefore, could be used instead of aluminum sulfate, generally used in water treatment.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5369
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2016_1_09.pdf1,85 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.