Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5518
Título: O papel do intérprete de libras no processo de ensino/aprendizagem do aluno surdo: algumas reflexões
Autor(es): Perin, Fernanda Destro
Orientador(es): Valentin, Silvana Mendonça Lopes
Palavras-chave: Educação especial
Crianças deficientes - Educação
Estratégias de aprendizagem
Special education
Children with disabilities - Education
Learning strategies
Data do documento: 4-Out-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Medianeira
Referência: PERIN, Fernanda Destro. O papel do intérprete de libras no processo de ensino/aprendizagem do aluno surdo: algumas reflexões. 2014. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2014.
Resumo: Ao abordar a questão do intérprete no contexto educacional se fez necessário pontuar o sujeito surdo no decorrer da história, percorrendo desde a descoberta da surdez, a aceitação por parte dos pais, a aquisição da língua materna, neste caso, a língua de sinais, a luta pelos direitos educacionais e sociais, dentre inúmeras outras batalhas vivenciadas pelos surdos, familiares, e demais profissionais envolvidos no processo de integração e inclusão deste sujeito com direitos e deveres, assim como todos os demais cidadãos. Quando se fala em educação inclusiva em relação a alunos surdos, não se pode deixar de mencionar a presença do intérprete de libras neste processo, pois sem este profissional a comunicação entre professor regente, alunos surdos e demais alunos não se efetiva. Nesse contexto, essa pesquisa, buscou refletir sobre o papel do intérprete de Libras no processo de ensino e aprendizagem do aluno surdo incluso. Para a realização da mesma, utilizou-se da pesquisa bibliográfica e a exploratória, sendo aplicado um questionário a 4 (quatro) profissionais intérpretes que atuam em uma escola estadual no município de Medianeira, Paraná. O questionário aplicado dispunha de questões descritivas e objetivas a respeito da formação, fluência em Libras, o papel do intérprete de língua de sinais, dentre outras. Através da análise dos dados, percebeu-se que as opiniões se diferenciam entre os intérpretes entrevistados, porém todos concordam que este profissional não é o único responsável pela aprendizagem do aluno surdo incluso e que a presença do intérprete é parte do processo inclusivo, pois a assimilação do conteúdo exige: conhecimento da língua (por parte do surdo e do intérprete), metodologia diferenciada que atenda as experiências visuais do surdo, bem como critérios avaliativos diferenciados, respeitando sua escrita.
Abstract: In addressing the interpreter in the educational context was necessary to score the deaf subject throughout history, traveling from the discovery of deafness, the acceptance by parents, the acquisition of the mother tongue, in this case, sign language, the fights for educational and social rights, among numerous other battles experienced by the deaf, family, and other professionals involved in the integration and inclusion of the subject of rights and duties process, as well as all other citizens. When we talk about inclusive education in relation to deaf students, one can not fail to mention the interpreter of pounds in the process, because without this professional communication between classroom teacher, deaf students and other students are not effective. In this context, this research sought to reflect on the role of interpreter Pounds in the teaching and learning process included a deaf student. For realization the same, we used the literature search and exploratory. To perform the exploratory research a questionnaire was administered to four (4) professional interpreters who work in a state school in the municipality of Medianeira, Paraná. The questionnaire had descriptive and objective questions about the training, fluency in Pounds, the role of interpreter of sign language, among others. By analyzing the data, it was realized that opinions differ among respondents interpreters, but all agree that this business is not solely responsible for the learning that included a deaf student and the interpreter is part of the inclusive process, however, this is not the only one responsible for learning the deaf student because the assimilation of content requires: knowledge of the language (by the deaf and interpreter), differentiated methodology that meets the visual experiences of the deaf, as well as different evaluative criteria, respecting their writing.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5518
Aparece nas coleções:MD - Educação: Métodos e Técnicas de Ensino

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MD_EDUMTE_VII_2014_46.pdf586,79 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.