Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5531
Título: Investigação do potencial antioxidante de resíduo vitivinícola
Autor(es): Bourscheidt, Vanessa Freitas
Orientador(es): Genena, Aziza Kamal
Palavras-chave: Reaproveitamento (Sobras, refugos, etc.)
Antioxidantes
Recycling (Waste, etc.)
Antioxidants
Data do documento: 6-Nov-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Medianeira
Referência: BOURSCHEIDT, Vanessa Freitas. Investigação do potencial antioxidante de resíduo vitivinícola. 2015. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2015.
Resumo: A constante procura para a redução do desperdício, reaproveitamento de resíduos e preocupações com o meio ambiente resultam na motivação de estudos que buscam a solução destes problemas, além de agregar valor a estes subprodutos. Os resíduos provenientes da produção de vinho somam aproximadamente 30% das uvas utilizadas como matéria-prima, os quais são descartados a céu aberto, nos arredores da indústria, sem receber nenhum tratamento por ser um produto natural e com pouco potencial de contaminação. O objetivo do presente estudo foi investigar o potencial de reaproveitamento de um resíduo vitivinícola como antioxidante natural. O potencial antioxidante do resíduo foi determinado por meio dos métodos DPPH, ABTS•+ e β-caroteno/ácido linoleico. Os resultados obtidos indicaram um valor de EC50 de 145,62 µg.mL-1, um potencial antioxidante similar ao do Trolox de acordo com o método do -caroteno/ácido linoleico e ainda, um TEAC de 159,49 ± 2,94 µmol Trolox.g resíduo-1. Concluiu-se, portanto, que o resíduo investigado apresentou ótimo potencial antioxidante, tanto quando comparado à outros antioxidantes naturais como à antioxidantes sintéticos, o que torna sua utilização vantajosa por ser um produto natural que não irá gerar prejuízos à saúde, irá auxiliar na preservação do meio ambiente, e irá ainda permitir que se agregue valor à um resíduo transformando-o em renda para a indústria de beneficiamento e para as vinícolas.
Abstract: The constant search to reduce the wasting, the reuse of residues and concerns about the environment result in motivation of studies that seek the solution of these problems besides adding value to these by-products. The residues from wine production add to 30% of the grapes used as raw material, which are disposed in the open sky, outside the industry, without receiving any treatment for being a natural product and with little potential for contamination. The target of this study was to investigate the reuse potential of a wine residue as natural antioxidant. The residue antioxidant potential was determined by the DPPH methods ABTS•+ and β -carotene / Linoleic acid. The results showed an EC50 value of 145.62 µg.ml-1, an antioxidant potential similar to that of Trolox according to the method of β -carotene/Linoleic acid and also a TEAC 159.49 ± 2.94 µmol Trolox.g residue-1. It was concluded thus, that the investigated residue showed a great antioxidant capacity, both when compared to other natural antioxidants such as synthetic antioxidants, which makes its use advantageous because it is a natural product that will not generate health hazards, it will assist in preserving the environment, and it will still allow them to add value to waste turned into income for the processing industry and the wineries.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5531
Aparece nas coleções:MD - Engenharia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MD_COEAL_2015_2_03.pdf1,06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.