Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5580
Título: Atividade antioxidante e antimicrobiana de extratos microencapsulados de ervas aromáticas
Autor(es): Silva, Letícia Dangui da
Orientador(es): Carpes, Solange Teresinha
Palavras-chave: Antioxidantes
Agentes antiinfecciosos
Plantas medicinais
Plantas aromáticas
Essências e óleos essenciais
Antioxidants
Anti-infective agents
Medicinal plants
Aromatic plants
Essences and essential oils
Data do documento: 2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: SILVA, Letícia Dangui da. Atividade antioxidante e antimicrobiana de extratos microencapsulados de ervas aromáticas. 2016. 61 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2013.
Resumo: O uso de ervas aromáticas na preparação de alimentos é um hábito antigo, e atualmente cada vez mais a população vem adquirindo esta prática devido aos benefícios que estas trazem a saúde. Tais benefícios são justificados pela presença de compostos bioativos com capacidade antioxidante e antimicrobiana. O atual desafio é acondicionar tais compostos para que estas ervas aromáticas possam ser uma opção natural de substituição aos antioxidantes sintéticos utilizados na indústria alimentícia. Neste sentido, a microencapsulação é uma alternativa para, além de microencapsular os compostos bioativos, ainda atribui afeitos significativos aos extratos, como baixa atividade de água e fácil manipulação. Deste modo, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a atividade antioxidante e antimicrobiana dos extratos etanólicos microencapsulados das ervas aromáticas Alecrim (Rosmarinus officinalis), Manjericão (Ocimum basilicum), Tomilho (Thymus vulgaris) e Sálvia (Salvia officinalis), ambas pertencentes à família Lamiaceae. A atividade antioxidante foi avaliada por meio da determinação do teor de compostos fenólicos, captura do radical DPPH (expresso em Trolox), captura do radical ABTS, poder de redução do Ferro (FRAP) e auto-oxidação do sitema β-caroteno/ácido linoleico. A atividade antimicrobiana foi realizada frente aos microrganismos Staphylococcus aureus e Salmonella bongori pelo método de microdiluição em microplacas de 96 poços para a determinação da Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração Bactericida Mínima (CBM). Observa-se que a sálvia e o alecrim apresentaram maior teor de compostos fenólicos e maior capacidade de redução do Ferro (FRAP). O manjericão apresentou uma capacidade antioxidante pelo sistema sitema β-caroteno/ácido linoleico de 83,03%, valor este maior do que ao encontrado para o antioxidante sintético eritorbato de sódio (77,27%). Os extratos de sálvia e alecrim apresentaram poder de inibição contra a bactéria Gram-positiva Staphylococcus aureus, com CIM igual a 25 mg.mL-1. Conclui-se que os extratos microencapsulados de ervas aromáticas apresentam atividade antioxidante e antimicrobiana considerável, sendo estas uma alternativa para suas aplicações na indústria alimentícia e farmacêutica.
Abstract: The use of aromatic herbs in food preparation is an old habit and nowadays it has increasing due to it healthy benefits. The benefits are justified by the bioactive compounds with antioxidant and antimicrobial activity. The current challenge is to condition those compounds that herbs can be a natural choice to replace the synthetic antioxidants used in industry. This way, the microencapsulation is an alternative for, besides microencapsulate the bioactive compounds, and assign significant effects to the extracts, such as low water activity and easy manipulation. Thus, the objective of this work was to evaluate the antioxidant and antimicrobial activity of microencapsulated ethanolic extracts of the aromatic herbs Rosemary (Rosmarinus officinalis), Basil (Ocimum basilicum), Thyme (Thymus vulgaris) and Sage (Salvia officinalis), all belonging to the family of Lamiaceae. The antioxidant activity was determined by the phenolic compounds content, DPPH radical capturing (expressed as Trolox), ABTS radical capturing, iron reducing power (FRAP) and β-carotene/linoleic acid system autoxidation. The antimicrobial activity was performed against Staphylococcus aureus and Salmonella bongori using microdilution in 96 wells microplates for the Minimum Inhibitory Concentration (MIC) and Minimum Bactericidal Concentration (MBC). It was observed that Sage and Rosemary the greatest phenolic compounds and the highest iron reduction capacity. The Basil showed an antioxidant capacity by β-carotene/linoleic acid system of 83,03%, greater than the amount found for the sodium erythorbate (77,27%). The Sage and Rosemary extracts showed inhibit power against the Gram-positive bacteria Staphylococcus aureus, with MIC of 25 mg.mL-1. It can be conclude that the aromatic herbs microencapsulated extracts present considerable antioxidant and antimicrobial activities, being an alternative for the food and pharmaceutical industry.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5580
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_DAQUI_2016_1_3.pdf1,87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.