Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5665
Título: Otimização do processo de extração de compostos bioativos de folhas de jambo (Syzygium malaccense)
Autor(es): Savi, Aline
Orientador(es): Oldoni, Tatiane Luiza Cadorin
Palavras-chave: Antioxidantes
Fenóis
Compostos bioativos
Jambo
Antioxidants
Phenols
Bioactive compounds
Syzygium
Data do documento: 18-Nov-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: SAVI, Aline. Otimização do processo de extração de compostos bioativos de folhas de jambo (Syzygium malaccense). 2015. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2015.
Resumo: O jambo vermelho (Syzygium malaccense) é uma planta cultivada nas regiões norte e nordeste do Brasil, que produz um fruto vermelho muito utilizado na indústria como corante e fonte de antioxidante natural, além de utilizado pela medicina popular na cura de alguns males. Trabalhos indicam a presença de compostos fenólicos e atividade antioxidante em várias partes do jambo vermelho, o que gera muito interesse, pois os mesmo proporcionam inúmeros benefícios à saúde humana. Até o momento poucos estudos haviam sido realizados com as folhas de jambo, e por este motivo, o trabalho teve por objetivo otimizar o processo de extração de compostos bioativos. Para isso, foi realizado um planejamento fatorial 23, onde as variáveis dependentes foram o teor de fenólicos totais e a atividade antioxidante, avaliada pelo método de sequestro do radical DPPH e as variáveis independentes foram tempo, temperatura e concentração de etanol. Após definida a melhor condição de extração; nível superior de tempo (45 min), nível superior de temperatura (80 ºC) e nível inferior de concentração de etanol (40% v/v); o extrato foi avaliado em relação ao teor de fenólicos totais e a atividade antioxidante, utilizando três métodos distintos: sequestro do radical DPPH, captura do radical ABTS e método de redução do ferro – FRAP. O teor de compostos fenólicos para o extrato foi de 73,73 ± 1,05 mg EAG g-1. A atividade antioxidante apresentou os seguintes valores: 666,78 ± 4,61 μmol de Trolox g-1 para o método de sequestro do radical DPPH; 853,87 ± 1,47 μmol de Trolox g-1 para o método de sequestro do radical ABTS e 1267,02 ± 5,05 μmol de Fe2+ g-1 para a metodologia da redução do ferro – FRAP. Os resultados mostram que em relação a algumas plantas, o jambo apresenta elevados teores de compostos fenólicos e alta atividade antioxidante.
Abstract: Red rose apple (Syzygium malaccense) is a plant cultivated in the northern and northeastern regions of Brazil, which produces a red fruit widely used in the industry as coloring and source of natural antioxidant, and used in folk medicine in curing some diseases. Studies indicate the presence of phenolic compounds and antioxidant activity in various parts of red rose apple, which generates much interest, because even provide numerous benefits to human health. To date few studies have been conducted with the leaves of rose apple, and for this reason, the study aimed to optimize the bioactive compounds extraction process. For this, there was a 23 factorial design, where the dependent variables were the total phenolic content and antioxidant activity, evaluated the kidnapping method of DPPH radical and independent variables were time, temperature and concentration of ethanol. After defined the best extraction condition, higher level time (45 min), the extract was evaluated in relation to the total phenolic content and antioxidant activity, using three different methods: kidnapping of the DPPH radical, ABTS radical capture and method reduction of iron - FRAP. The content of phenolic compounds in the extract was 73.73 ± 1.05 mg g-1 EAG. The antioxidant activity had the following values: 666,78 ± 4,61 μmol de Trolox g-1 for the kidnapping method of DPPH radical; 853,87 ± 1,47 μmol de Trolox g-1 for the kidnapping method of ABTS radical and 1267,02 ± 5,05 μmol de Fe2+ g-1 the methodology for the reduction of iron - FRAP. The results show that for some plants, the rose apple has a high content of phenolic compounds and high antioxidant activity.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5665
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_DAQUI_2015_2_8.pdf1,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.