Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5713
Título: Avaliação experimental do uso de fibra de vidro no reforço de madeira
Autor(es): Lermen, Bruna
Orientador(es): Oliveira, Fabiana Goia Rosa de
Palavras-chave: Polímeros - Aditivos
Estruturas de madeira (Construção civil)
Pinus taeda
Polymers - Additives
Wooden-frame buildings
Loblolly pine
Data do documento: 17-Fev-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: LERMEN, Bruna. Avaliação experimental do uso de fibra de vidro no reforço de madeira. 2014. 51 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Engenharia Civil) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2014.
Resumo: O avanço tecnológico atingiu a indústria da construção civil exigindo o surgimento de novas técnicas construtivas e a utilização de materiais que apresentem uma relação de custo benefício atraente, a utilização de compósitos poliméricos tem se mostrado conveniente para promover um aumento significativo na capacidade de carga de peças estruturais. O objetivo deste trabalho foi verificar a eficiência do compósito de fibra de vidro no reforço e recuperação de estruturas de madeira através dos resultados obtidos em ensaios mecânicos. Para tal, foram realizados ensaios de caracterização da madeira de Pinus Taeda e ensaios de flexão simples e tração paralela às fibras em corpos de prova sãos e reforçados visando verificar o acréscimo ocasionado na força de ruptura. Nos ensaios de flexão pôde-se constatar um benefício de 34% para corpos de prova de densidades semelhantes, comparando-se peças com defeitos, observou-se um acréscimo de 15,16% entre um corpo de prova são e um corpo de prova gêmeo contendo nó e reforçado. Constatou-se um acréscimo considerável na flecha máxima gerado pelo reforço, que proporciona maior segurança estrutural ao usuário. Nos ensaios de tração as amostras reforçadas romperam por tração na madeira, deste modo, não foi possível verificar a recuperação ocasionada pelo compósito. Os materiais utilizados na formação do compósito apresentaram excelente aderência ao substrato. Concluiu-se que uso de PRFs é uma alternativa prática e viável no reforço de madeira de Pinus e no aproveitamento de peças contendo defeitos.
Abstract: The technological advancement has reached the construction industry and it is requiring the development of new construction techniques and use of materials that have a compelling benefit cost ratio and the use of polymer composites has presented convenient to promote a significant increase in load capacity of structural components. The objective of this work was to verify the efficiency of composite fiberglass to the strengthening and recovery of timber structures by the results obtained in mechanical tests. To do that, it was realized tests to characterize the Pinus Taeda timber and tests of simple bending and tension parallel to the fibers in specimen goods and reinforced to verify the increase in the tensile strength. In bending tests, it was verified a benefit of 34% for samples of similar densities, comparing samples with defects, there was an increase of 15,16% between a good and twin specimen containing node and reinforced. It was found a significant increase in maximum deflection generated by the reinforcement, what provides an enhanced structural safety to the user. In the tensile strength tests the reinforced samples broke for the tensile strength on the wood, thus it was not possible to verify the recovery caused by the composite. The materials used to generate the composite presented excellent adhesion to the substrate. It was concluded that the use of PRFs is a practical and viable alternative to the strengthening of pinewood and to reuse pieces containing defects.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5713
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COECI_2013_2_05.pdf16,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.