Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5752
Título: Aplicação da rede social facebook no processo ensino-aprendizagem da disciplina de química para alunos do ensino médio e cursinho pré-vestibular
Autor(es): Luft, Anaxágora Rodolfo
Orientador(es): Zatta, Leandro
Palavras-chave: Ensino - Metodologia
Ensino - Meios auxiliares
Química - Estudo e ensino
Redes sociais
Teaching - Methodology
Teaching - Aids and devices
Chemistry - Study and teaching
Social networks
Data do documento: 17-Jun-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: LUFT, Anaxágora Rodolfo. Aplicação da rede social facebook no processo ensino-aprendizagem da disciplina de química para alunos do ensino médio e cursinho pré-vestibular. 2015. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2015.
Resumo: O processo ensino-aprendizagem de Química muitas vezes é considerado pelos alunos do ensino médio como cansativo e abstrato. Não bastasse esses fatores, a insegurança dos alunos ao expor suas opiniões diante dos professores, faz com que muitas vezes o aluno retorne para casa ainda com dúvidas sobre a aula. Neste trabalho foi utilizado um recurso tecnológico objetivando que o processo ensino-aprendizagem seja mais eficiente, onde alunos não se sintam oprimidos ao expor suas dúvidas e seus pensamentos sobre a disciplina de Química, fazendo ainda com que o ensino se torne dinâmico e atrativo. Neste contexto desenvolveu-se uma página na rede social Facebook® (Cola em Mim que VoCê Passa) criando um ambiente virtual onde alunos possam interagir entre si, sem o constrangimento do professor. No entanto o professor responsável pela página pode orientar as discussões, fazendo postagens relacionadas à Química que despertem o interesse e a curiosidade dos alunos. Contudo, não somente o professor pode orientar os debates, os alunos, ao exporem suas dúvidas na página podem acabar gerando discussões entre eles, e também, solucionar as dúvidas dos demais. Essa metodologia de ensino foi aplicada em colégio da rede pública de ensino e um curso pré-vestibular, e um estudo a respeito da utilização da rede social foi realizado, visando saber a eficácia e viabilidade desse tipo de recurso para o ensino de Química.
Abstract: The Chemistry teaching-learning process is often considered by high school students as tiring and abstract. Not only these factors, insecurity of students to express their opinions in front of teachers, it causes many times students come back home still having doubts about the class. In this study it was used a technological resource aiming the teaching-learning process more efficient, which students will not feel oppressed by exposing their questions and thoughts about subject of Chemistry, even making the school become dynamic and attractive. In this context it was developed a page on the social network Facebook® stick on me than you will pass) by creating a virtual environment where students can interact with each other without the teacher's embarrassment. However, the teacher which is responsible for the page can guide the discussion, making posts about chemistry to awaken the students’ interest and curiosity. However, the teacher is not the only who can guide the discussions, those students, exposing their doubts on the page could end up generating discussions among them, and also resolve questions of others students. This teaching methodology was applied in public school system and pre-university course, and a study about the use of the social networking was conducted, seeking to ascertain the effectiveness and feasibility of this type of resource for teaching chemistry.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5752
Aparece nas coleções:PB - Licenciatura em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_DAQUI_2015_1_3.pdf1,57 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.