Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5778
Título: Comparação de viabilidade de implantação de tratamento de efluente por meio de reator UASB e sistema de lagoas para o município de Peabiru - Paraná
Autor(es): Cazaroli, Rafael de Bitencourt
Orientador(es): Arantes, Eudes José
Palavras-chave: Esgotos
Águas residuais - Purificação
Lagoas de estabilização
Sewerage
Sewage - Purification
Sewage Lagoons
Data do documento: 2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: CAZAROLI, Rafael de Bitencourt. Comparação de viabilidade de implantação de tratamento de efluente por meio de reator UASB e sistema de lagoas para o município de Peabiru - Paraná. 2014. 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2014.
Resumo: O aumento crescente da população e a expansão das áreas habitadas torna cada vez mais graves os problemas gerados pela ausência de tratamento do esgoto gerado. Os sistemas de tratamento que dispensam aeração contínua mostram-se opções sensatas para ampliar a oferta de tratamento de esgotos no país, devido ao menor custo operacional se comparado aos sistemas aerados. O objetivo deste trabalho foi comparar a viabilidade de implantação de dois sistemas de tratamento distintos, o UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket) e o sistema australiano de lagoas. Para o sistema UASB foram dimensionados 4 unidades com 380m³ cada. O sistema de lagoas foi dimensionado com 2 lagoas anaeróbias, 3 lagoas facultativas e 4 lagoas de maturação, ocupando uma área de aproximadamente 1,76 hectares. Os custos de implantação de cada sistema foram estimados com base em curvas de custo obtidas na literatura e corrigidos com base no INCC. O sistema UASB com pós tratamento teve custo estimado em R$ 4.234.691,64 enquanto o sistema de lagoas teve custo estimado em R$ 4.106.139,70. A diferença de custo entre os dois sistemas foi de R$ 128.551,94. O sistema de tratamento que mostrou-se mais indicado foi o de lagoas, por possuir maior eficiência na remoção de nutrientes e desinfecção, além de construção e operação simplificadas. Conclui-se que para o município de Peabiru a implantação de um sistema de lagoas é uma solução viável para o tratamento de efluentes.
Abstract: The increasing population and the expansion of inhabited areas becomes increasingly serious problems generated by the lack of sewage treatment. Treatment systems that do not require continuous aeration are shown consistent options to expand the supply of sewage treatment plants in the country, due to lower operating costs compared to aerated systems. The objective of this study was to compare the viability of implementing two distinct systems of treatment, UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket) and the Australian system of ponds. For the UASB system has been designed with 4 units each with 380m ³. The ponds system has been designed with 2 anaerobic ponds, 3 facultative ponds and 4 maturation ponds, occupying an area of approximately 1.76 hectares. The implementation costs of each system were estimated based on cost curves obtained in the literature and corrected based on the INCC. The UASB system with post treatment had estimated cost of R$ 4.234.691,64 while the ponds system was estimated to cost R$ 4,106,139.70. The difference in cost between the two systems was R$ 128,551.94. The most appropriate system is a Australian ponds sistem, have a more efficient nutrient removal and disinfection, as well as simplified operation and construction. It is concluded that for the city of Peabiru deploying a pond sistem is a viable solution for the sewage treatment.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5778
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COECI_2014_1_22.pdf863,93 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.