Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5841
Título: Lixiviação de cobre e zinco em solo corrigido com resíduo de gesso da construção civil e sob aplicação de água residuária da suinocultura
Autor(es): Santana, Jéssica Vandresen
Orientador(es): Baldo, Maria Cleide
Palavras-chave: Resíduos orgânicos como fertilizantes
Gêsso
Solos - Lixiviação
Solos - Acidez
Metais pesados
Organic wastes as fertilizer
Gesso
Soils
Soil acidity
Heavy metals
Data do documento: 7-Ago-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: SANTANA, Jéssica Vandresen. Lixiviação de cobre e zinco em solo corrigido com resíduo de gesso da construção civil e sob aplicação de água residuária da suinocultura. 2014. 41 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2014.
Resumo: A presença de importantes nutrientes para as plantações na água residuária da suinocultura faz com que esta possa ser aplicada ao solo como fertilizante. Entre os nutrientes presentes na ARS estão o cobre e o zinco, que embora sejam essenciais às plantas, se em excesso podem causar a contaminação da planta, do solo e de águas subterrâneas por meio do processo de lixiviação. Além da adição de fertilizantes é necessário fazer a correção do pH do solo para eliminação de elementos tóxicos às plantas, para isso realiza-se a prática da calagem (adição de calcário). Junto com o calcário, agricultores têm aplicado ao solo o gesso agrícola (CaSO4) que possui maior facilidade em penetrar o perfil do solo e, apesar de não corrigir o pH do solo, elimina os elementos tóxicos às planta. Pela característica que o gesso apresenta, este pode aumentar a lixiviação do Cu e Zn. Assim, o objetivo geral deste trabalho foi avaliar a lixiviação do Cu e Zn provenientes da aplicação de ARS ao solo, com a adição de calcário e resíduo de gesso da construção civil para a correção da acidez do solo e minimização de seus efeitos em camadas subsuperficiais. Para isso, colunas de solo foram preenchidas com amostras de um Latossolo Vermelho distroférrico de acordo com os seguintes tratamentos: T1 (Solo + ARS), T2 (Solo+ calcário +ARS) e T3 (Solo+ calcário + gesso + ARS). A quantidade de ARS aplicada foi correspondente à dose de nitrogênio recomendada para a cultura do milho, assim como o cálculo da necessidade de calcário e gesso, que também foram realizados com base nesta cultura. O material lixiviado foi coletado e enviado para análise da concentração de Cu e Zn por meio da espectrofotometria de absorção atômica. O resultado foi comparado pelo teste estatístico de comparação de retas, a 5% de significância. Os resultados mostram que o calcário reteve o zinco no solo e o gesso da construção civil favoreceu a lixiviação do metal em relação ao uso apenas do calcário, mas com o manejo adequado da ARS e do gesso a situação apresentada pode ser benéfica para as plantações e não se corre o risco de contaminação de águas subterrâneas, uma vez que a lixiviação no tratamento T1 foi maior que nos tratamentos T2 e T3. A lixiviação do cobre ocorreu apenas no solo corrigido com calcário. Como a lixiviação do zinco não ocorreu de maneira excessiva, indica-se a possibilidade de uso do resíduo do gesso da construção civil, junto com o calcário em solos agrícolas.
Abstract: The presence of important nutrients for crops in swine wastewater (SW) causes it be used as a soil fertilizer. Among the nutrients that are present in the SW, there are Copper and Zinc; even though they are essential to the plants, they can contaminate the plant, the soil and the groundwater through leaching processes, if applied in excess. Besides the addition of fertilizers, it is necessary to correct soil pH in order to eliminate elements that are toxic to the crops; for this reason, liming technique, the addition of limestone, is performed. Along with the limestone, farmers have been also applying calcium sulfate (CaSO4), which penetrates to the soil more easily. Although it does not correct the soil’s pH, it eliminates the toxic elements. For its characteristics, the calcium sulfate might increase the leaching process for Cu and Zn. Thus, the objective of this paper is to evaluate the Cu and Zn leaching processes from the application of SW, along with the addition of limestone and plaster from civil construction for liming of soil and its minimization in subsuperficial layers. For this reason, columns of soil were filled with samples of Haplorthox respecting the following treatments: T1 (Soil + SW), T2 (Soil + limestone + SW) and T3 (Soil + limestone + plaster + SW). The quantity of SW applied was equivalent to the doses of nitrogen recommended for corn crop; also, the same method was used to estimate the need of limestone and plaster. The leachate material was collected and send for Cu and Zn concentration analysis, by atomic absorption spectrophotometry. The result was compared by statistical lines comparison test, with 5% of significance. The results showed that limestone retained zinc to the soil and plaster from civil construction promoted the metal’s leaching, if compared to the use of only limestone. However, with the right management of SW and plaster, it was shown to be benefic to crops while not offering the risk of groundwater contamination, once the leaching processes was higher in the treatment T1 than in treatments T2 and T3. Copper leaching only occurred in the soil corrected with limestone. Because zinc leaching did not occur excessively, the possibility of using plaster from civil construction is indicated, along with limestone in crop soils.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5841
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAM_2014_1_10.pdf798,11 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.