Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5847
Título: Análise dos riscos ergonômicos e das doenças ocupacionais nos canteiros de obras e formas de prevenção
Autor(es): Bezerra, Gislaini
Orientador(es): Oliveira, Fabiana Goia Rosa de
Palavras-chave: Ergonomia
Construção civil
Doenças profissionais
Human engineering
Building
Occupational diseases
Data do documento: 2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: BEZERRA, Gislaini. Análise dos riscos ergonômicos e das doenças ocupacionais nos canteiros de obras e formas de prevenção. 2015. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2015.
Resumo: A ergonomia pode ser entendida como o modo com que o homem se relaciona com o ambiente físico e com os métodos utilizados para projetar e controlar o trabalho nesse ambiente. É necessário salientar que é o ambiente que deve se adaptar ao homem e não o contrário. No Brasil, a ergonomia é pouco empregada na construção civil pelo fato dos trabalhos não serem fixos no canteiro de obra e pelas despesas com profissionais que orientem os trabalhadores, no entanto a falta da ergonomia pode causar doenças ocupacionais como as doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho ou lesões por esforço repetitivo, que podem levar o operário a incapacidade. Com o intuito de mostrar as posturas inadequadas que existem no canteiro de obra e como executá-las corretamente, este trabalho tem por objetivo analisar os riscos ergonômicos e as doenças ocupacionais do canteiro de obra, e propor modos de prevenção através de uma análise feita de fotos de trabalhadores executando suas tarefas. Os resultados mostraram que o erro mais comum, na obra, foi o arqueamento da coluna e que esta postura pode causar dores e patologias ocupacionais.
Abstract: The ergonomics can be understood as the way with that the man links with the physical atmosphere and with the methods used to project and to control the work in that adapts. It is necessary to point out that it is the atmosphere that it owes if it adapts the man and not the opposite. In Brazil, the ergonomics is little employed in the building site for the fact of the works be not fixed in the work stonemason and for the expenses with professionals that guide the workers, however the lack of the ergonomics can cause occupational diseases as the diseases musculoskeletal related to the work or lesions for repetitive effort, that can take the worker the incapacity. With the intention of showing the inadequate postures that exist in the work stonemason and how to execute them correctly, this work has for objective to analyze the ergonomic risks and the occupational diseases of the work stonemason, and to propose prevention manners through an analysis done of workers' pictures executing their tasks. The results showed that the most common mistake, in the work, was the sag of the column and that this posture can cause pains and occupational pathologies.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/5847
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COECI_2014_2_03.pdf1,2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.