Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6193
Título: Justiça ambiental: análise de indicadores de saneamento básico e socioeconômicos para estudo de caso de desigualdade ambiental na cidade de Londrina - Paraná
Autor(es): Santos, Marcelo Alves dos
Orientador(es): Carvalho Junior, Orlando de
Palavras-chave: Justiça ambiental
Indicadores ambientais
Environmental justice
Environmental indicators
Data do documento: 20-Jun-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: SANTOS, Marcelo Alves dos. Justiça Ambiental: análise de indicadores de saneamento básico e socioeconômicos para estudo de caso de desigualdade ambiental na cidade de Londrina - Paraná. 2016. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2016.
Resumo: A crise ambiental que se desenvolve em escala global nos dá a falsa ideia de ser um fenômeno que atinge todos os lugares e a todos os indivíduos indiscriminadamente. No entanto, observa-se que os danos ambientais do desenvolvimento se concentram, de modo prevalente, em locais onde populações menos abastadas habitam. A maior carga dos impactos ambientais oriundos das atividades humanas é destinada a grupos sociais marginalizados e vulneráveis, ocorrendo assim a Injustiça Ambiental. À tentativa de se assegurar que nenhum grupo social, seja ele étnico, racial ou de classe, arque com uma parcela desproporcional dos efeitos ambientais negativos consequentes de atividades econômicas e decisões de políticas públicas que se dá o nome de Justiça Ambiental. O presente trabalho é uma análise da Justiça Ambiental em seis bairros localizados na cidade de Londrina (Bandeirantes, Califórnia, Inglaterra, Interlagos, Olímpico e Tucanos) por meio de uma avaliação das suas características socioeconômicas junto com as condições de qualidade ambiental. Populações socioeconomicamente desfavorecidas carecem de infraestrutura em saneamento básico como: o abastecimento canalizado de água tratada, a coleta e tratamento de esgoto, a coleta dos resíduos sólidos urbanos, a coleta seletiva dos resíduos sólidos urbanos e a drenagem urbana – tais condições de saneamento foram selecionadas como indicadores de qualidade ambiental uma vez que seu mau gerenciamento implica em danos ambientais. Foram analisados os indicadores socioeconômicos como a distribuição da população masculina e feminina, a composição étnica populacional, o rendimento nominal mensal por salário mínimo por sexo e; a taxa de alfabetização. Observou-se diferenças socioeconômicas entre os bairros, contudo os dados sobre as condições de drenagem urbana e sobre abastecimento de água e tratamento de esgoto não foram obtidos e os indicadores sobre o gerenciamento de resíduos sólidos urbanos não evidenciaram ocorrência de injustiça ambiental, o trabalho mostrou-se inconclusivo devido à ausência de informações sobre o saneamento básico.
Abstract: The environmental crisis developing in global scale gives us the false idea of a phenomenon that affects all places and all people indiscriminately. However, it is possible to notice that environmental damage caused by development largely concentrates in areas where the less affluent population inhabit. The major burden of environmental impacts from human activities falls on marginalized and vulnerable social groups, thus occurring the Environmental Injustice. The attempt to ensure that no social group, be it ethnic, racial or class, shoulder a disproportionate share of the consequent negative environmental effects of economic activities and policy decisions that we name Environmental Justice. This essay is an analysis of Environmental Justice in six neighborhoods located in the city of Londrina (Bandeirantes, Califórnia, Inglaterra, Interlagos, Olímpico e Tucanos) through an assessment of their socioeconomic characteristics along with the conditions of environmental quality. Socioeconomically disadvantaged populations lack basic sanitation infrastructure such as: supply of piped water, the collection and treatment of sewage, the disposal of solid urban waste, selective collection of recyclable solid urban waste and urban drainage - these sanitation conditions were selected as indicators of environmental quality since its mismanagement entails environmental damage. Were analyzed socioeconomic indicators as: the distribution of male and female population, the monthly nominal income by minimum wage by sex and; the literacy rate. Socioeconomic differences were observed between neighborhoods, but the data on the conditions of urban drainage and on water supply and sewage treatment were not obtained, also the indicators on the management of solid urban waste showed no occurrence of environmental injustice; thus the work proved to be inconclusive due to the absence of complete information on basic sanitation.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6193
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2016_1_11.pdf3,63 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.