Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6584
Título: Impactos causados pela agricultura nas margens do Parque Nacional do Iguaçu: um estudo de caso no município de Matelândia Paraná
Autor(es): Poltronieri, Suziani
Orientador(es): Costa, Michelle Budke
Palavras-chave: Ecologia agrícola
Impacto ambiental
Tecnologia de sementes
Agricultural ecology
Environmental impact statements
Seed tecnology
Data do documento: 29-Nov-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Medianeira
Referência: POLTRONIERI, Suziani. Impactos causados pela agricultura nas margens do Parque Nacional do Iguaçu: um estudo de caso no município de Matelândia Paraná. 2014. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2014.
Resumo: O município de Matelândia está localizado na região Oeste do Estado do Paraná, sendo que mais da metade do seu território pertence ao Parque Nacional do Iguaçu. Com isso, sabe-se que o município de estudo tem grande influência na conservação deste Parque que é considerado Patrimônio da Humanidade. Diante disso, este estudo teve como foco principal caracterizar os tipos de técnicas agrícolas utilizadas às margens do Parque Nacional do Iguaçu, a utilização de agrotóxicos e qual o nível de conhecimento dos proprietários sobre a agricultura alternativa. Os dados foram levantados através de questionários realizados individualmente com cada proprietário e comparados com os dados obtidos com a secretária de meio ambiente do município, além de trabalhos similares. Através da pesquisa de campo, obteve-se os resultados de que a maioria das propriedades estão utilizando o plantio direto, uma técnica que mantém a palha da colheita anterior e ajuda na proteção do solo. A pesquisa também mostrou que alguns agricultores fazem o uso do plantio com sementes transgênicas muito próximas as margens do parque, atualmente é respeitado um limite de 500 metros. O uso de agrotóxicos é quase que unanime entre os pesquisados. Por outro lado, a agroecologia, aquela que não utiliza agrotóxico, é pouco conhecida e explorada na região lindeira ao parque.
Abstract: The city of Matelândia is located in the western state of Paraná, being that more than half of its territory belongs the Iguassu National Park. Therewith, It is known that the city of study has great influence in the conservation of this park that is considered heritage of humanity. Thus, this study had the main focus characterize the types of used agricultural techniques at the margins of Iguassu National Park, the use of pesticides and what the level of knowledge of the owners about the alternative agriculture. The data were collected through of questionnaires performed individually with each owner and compared with the data obtained from the environment secretary of city, besides similar works. Through of field research, there was obtained the result that most of the properties are using direct planting, a technique that keeps the straw from the previous harvest and help in protecting the soil. The search also showed the some farmers make the use of planting with transgenic seeds very close at the margins of Iguassu National Park, at present is respected a limit of 500 meters. The use of insecticides is almost unanimous among surveyed. On the other hand, the agroecology, that doesn’t use insecticides, is little known and explored in the region at the margins of Park.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6584
Aparece nas coleções:MD - Gestão Ambiental em Municípios

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MD_GAMUNI_VI_2014_81.pdf865,38 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.