Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6930
Título: Incidência de carnes PSE (Pale, Soft and Exudatixe) e DFD (Dark, Firm and Dry) em lombo (Longissimus dorsi) de matrizes suínas de descarte
Título(s) alternativo(s): Impact of meat PSE (Pale, Soft and Exudative) and DFD (Dark, Firm and Dry) in loin (Longissimus dorsi) of breeding sow disposal
Autor(es): Simer, Patrícia
Orientador(es): Tonial, Ivane Benedetti
Palavras-chave: Alimentos - Análise
Carne de porco - Qualidade
Food - Analysis
Pork - Quality
Data do documento: 14-Ago-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Francisco Beltrao
Referência: SIMER, Patrícia. Incidência de carnes PSE (Pale, Soft and Exudatixe) e DFD (Dark, Firm and Dry) em lombo (Longissimus dorsi) de matrizes suínas de descarte. 2015. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Gestão da Qualidade na Tenologia de Alimentos) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Francisco Beltrão, 2015.
Resumo: A necessidade por modificações nos processos de criação de suínos implicou em alterações nas características físicas e no metabolismo do músculo, tornando os animais mais suscetíveis ao estresse, de forma a gerar problemas na obtenção do produto final, como as carnes PSE e DFD. Desta maneira, o objetivo deste trabalho foi investigar a ocorrência, de carnes PSE e DFD em carne suína de matrizes de descarte em frigorífico do sudoeste do Paraná. As análises realizadas foram pH e cor 24 horas após o abate, observando-se 89 amostras de lombo (Longissimus dorsi) em triplicata. Os dados foram submetidos a análise de ANOVA Teste Tukey (95% de confiança) (STATISTICA, 1995). Constatou-se incidência de 23% de carne DFD, 14% de carne PSE e 63% caracterizou-se como carne normal. A carne DFD apresentou pH médio de 6,00, PSE pH 5,59 e a carne normal pH 5,78. Observou-se correlação negativa (R = -0,71, p ≤ 0,05) entre o valor de L* e pH e correlação positiva entre b* e L* (R = 0,39, p ≤ 0,05). A incidência de carnes DFD e PSE apresentou-se elevada sendo necessária a conscientização dos frigoríficos da importância dos controles do manejo pré e pós-abate na incidência dessas carnes.
Abstract: Over the last few years we have given special attention to the excessive intake of calories and fat, mostly for health reasons but also for aesthetic reasons, continually increasing demand for foods with reduced fat content. However, this need for modifications in the creation processes involved changes in the physical features and in muscle metabolism, rendering the animals more susceptible to stress generating problems in the final product, such as PSE and DFD meat. Thus, the aim of this study was to investigate the occurrence of meat PSE and DFD in breeding sow disposal in southwestern refrigerator Paraná. The analyzes made were pH and color 24 hours after killing, observing 89 sirloin samples (Longissimus dorsi) in triplicate. Data were analyzed by ANOVA Tukey test analysis (95% confidence) (STATISTICA, 1995). It was observed a 23% incidence of DFD meat, 14% PSE meat and 63% characterized as normal meat. The DFD meat showed an average pH of 6,00, PSE pH 5,59 and pH 5,78 regular meat. Negative correlation was observed (R = -0,71, p ≤ 0,05) between the L* and pH value and a positive correlation between b* and L* (R = 0,39, p ≤ 0,05). The incidence of DFD and PSE meat were high requiring the awareness of the importance of refrigerators management controls pre and post-slaughter in the incidence of these meats.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6930
Aparece nas coleções:FB - Gestão da Qualidade na Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FB_GQTA_2014_16.pdf690,23 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.