Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6947
Título: Banco de sementes do solo: o estado da arte
Título(s) alternativo(s): Soil seed bank: the state of the art
Autor(es): Furlan, Geovana Ficanha
Lamberty, Letícia
Orientador(es): Szymczak, Denise Andréia
Palavras-chave: Bancos de sementes
Reflorestamento
Soil seed banks
Reforestation
Data do documento: 24-Nov-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Francisco Beltrao
Referência: FURLAN, Geovana Ficanha; LAMBERTY, Letícia. Banco de sementes do solo: o estado da arte. 2015. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Francisco Beltrão, 2015.
Resumo: O estilo de vida moderno tem causado diversos impactos negativos ao meio ambiente, promovendo a exaustão de recursos naturais, poluição e alterações das condições naturais do meio ambiente. Desta forma, mostra-se de grande valia o desenvolvimento e implantação de técnicas que vislumbrem a recuperação de ecossistemas degradados, proporcionando melhoria das condições ambientais. Alguns métodos para recuperação de áreas degradadas utilizam-se do banco de sementes do solo, considerando que este é capaz de acelerar a sucessão ecológica. Dependendo do grau de perturbação do ambiente, o banco de sementes é capaz de regenerá-lo por si só, mas em locais mais desgastados é necessário que ocorra um estímulo, podendo ser por meio de técnicas que insiram um banco de sementes na área. Neste contexto, realizou-se levantamento bibliográfico para sintetizar informações isoladas acerca do banco de sementes como estratégia para recuperação de áreas degradadas, a fim de elaborar um material que sirva como base para estudos futuros. Encontrou-se baixa proporção de publicações cuja finalidade seja de recuperação de ambientes degradados através do banco de sementes, contemplando na maioria dos casos temas agrícolas relacionados a sementes de plantas daninhas. Dentre os estudos analisados, as regiões do Cerrado e da Mata Atlântica concentram a maior parte das publicações. Em relação à metodologia para amostragem do banco de sementes, ocorre geralmente um padrão na profundidade de 5 cm, porém, nas dimensões da área amostrada, não se verificou um padrão. Quanto aos custos da transposição do banco de sementes, há carência de informações na literatura pesquisada. Não há padrão quanto ao tempo utilizado para identificação do banco de sementes posto para germinar em viveiro, contudo, certos autores relatam a necessidade de contemplar uma estação seca e uma chuvosa. No viveiro, é recomendável recobrir as amostras com tela de nylon, evitando contaminação externa. O uso do banco de sementes para recuperação de ambientes degradados pode se mostrar uma técnica bastante eficiente quando escolhido um local adequado para fornecimento do mesmo.
Abstract: The modern lifestyle has caused many negative impacts on the environment, promoting the exhaustion of natural resources, pollution and changes in natural environmental conditions. In this way, it shows up valuable development and deployment techniques that envisage the restoration of degraded ecosystems, providing improved environmental conditions. Some methods for reclamation use up the soil seed bank, considering that this is able to accelerate the ecological succession. Depending on the degree of environmental disturbance, the seed bank is able to regenerate it alone, but more worn places it is necessary that a stimulus occurs, and may be by techniques that insert a seed stock in the area. In this context, held literature to synthesize isolated information about the seed bank as a strategy for land reclamation, in order to develop a material that serves as the basis for future studies. Low met proportion of publications whose purpose is the restoration of degraded environments through the seed bank, contemplating in most cases agricultural issues related to weed seeds. Among the analyzed studies, regionsof the Cerrado and Atlantic Forest concentrate most of the publications. Regarding the methodology for sampling the seed bank, usually occurs in a standard depth of 5 cm, however, the dimensions of the area sampled, there was a pattern. As for the costs of the implementation of the seed bank, there is a lack of information in the literature. There is no standard as to the time used to identify the seed bank to germinate put in nursery, however, some authors have reported the need to consider a dry season and a rainy. In the nursery, it is recommended to cover the samples with nylon fabric, avoiding external contamination. The use of seed bank for recovery of degraded environments can prove a very effective technique when choosing a suitable location for delivery.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6947
Aparece nas coleções:FB - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FB_COEAM_2015_2_02.pdf878,36 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.