Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6988
Título: Otimização da extração de compostos fenólicos e avaliação do potencial antioxidante e antibacteriano das folhas de (Tabernaemontana catharinensis)
Título(s) alternativo(s): Optimization of the extraction of phenolic compounds and evaluation of the antioxidant and antibacterial potential of the leaves of (Tabernaemontana catharinensis)
Autor(es): Sari, Rafael
Orientador(es): Ignoato, Marlene Capelin
Palavras-chave: Biomoléculas - Análise
Plantas medicinais
Compostos bioativos
Extração (Química)
Antioxidantes
Biomolecules - Analysis
Medicinal plants
Bioactive compounds
Extraction (Chemistry)
Antioxidants
Data do documento: 21-Nov-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: SARI, Rafael. Otimização da extração de compostos fenólicos e avaliação do potencial antioxidante e antibacteriano das folhas de (Tabernaemontana catharinensis). 2016. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2016.
Resumo: O Brasil possui grande diversidade de plantas medicinais, que o coloca em destaque na produção de biomoléculas para uso na indústria farmacêutica e de alimentos. A planta Tabernaemontana catharinensis, conhecida popularmente como cobrina, destaca-se devido seu amplo uso na medicina popular. O objetivo do presente trabalho foi à caracterização química e o estudo das folhas da T. catharinensis, através de sua atividade antioxidante e antimicrobiana . O delineamento experimental utilizado para a extração de compostos fenólicos e atividade antioxidante foi um fatorial 23, totalizando-se 8 corridas em triplicata. O efeito das variáveis independentes:solvente (etanol e acetato de etila), tempo em minutos (30 e 60 min) e temperatura em graus Celsius (35 e 65 ºC) foi avaliado para se averiguar suas influências sobre o teor de compostos fenólicos e atividade antioxidante (DPPH) em amostras de T. catharinensis. A melhor condição de extração ocorreu utilizando-se como solvente o etanol, tempo de 60 minutos e temperatura de 65 oC, onde obteve-se como resposta o teor de compostos fenólicos de 2,027 mg EAG/g, e atividade antioxidante DPPH de 31,959 μmol de Trolox/g. As atividades antioxidantes foram realizadas por meio da determinação do teor de compostos fenólicos, captura do radical DPPH (expresso em IC50 e Trolox), poder de redução do Ferro (FRAP) e ABTS, além da oxidação acoplada do beta-caroteno e ácido linoleico. Pode-se observar que o extrato das folhas de T. catharinensis apresentaram altos valores quanto às atividades antioxidantes, o que se remete a a eficácia da extração de compostos bioativos nesta espécie. A determinação da atividade antibacteriana foi realizada por meio da Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração Bactericida Mínima (CBM) frente aos microrganismos Staphylococcus aureus e Salmonella bongori. O extrato das folhas de T. catharinensis apresentou atividade inibitória (CIM) frente à bactéria Salmonella bongori com uma concentração intermediária de 0,125 a 0,062 mg.mL-1, porém na faixa das concentrações testadas (5 a 0,005 mg.mL-1), não apresentou inibição frente a bactéria Staphylococcus aureus. Os compostos fenólicos presentes no extrato das folhas de T. catharinensis foram identificados por meio de CLAE, sendo eles, ácido gálico, ácido vanilico, ácido cafeico, rutina, catequina, ácido salicílico, ácido cumárico e miricetina e os grupos funcionais foram identificados por espectroscopia na região do infravermelho (FTIR). Conclui-se que os resultados obtidos neste estudo confirmam as atividades antioxidantes e antimicrobianas do extrato de T. catharinensis podendo ser utilizada como provável fonte de compostos naturais com aplicações tanto na indústria alimentícia como na farmacêutica.
Abstract: Brazil has a great diversity of medicinal plants, which places it in the spotlight in the production of biomolecules for use in the pharmaceutical and food industry. The Tabernaemontana catharinensis plant, popularly known as cobrina, stands out because of its widespread use in folk medicine. The objective of the present work was the chemical characterization and the study of the leaves of T. catharinensis, through its antioxidant and antimicrobial activity. The experimental design used for the extraction of phenolic compounds and antioxidant activity was a factorial 23, totaling 8 runs in triplicate. The effect of the independent variables: solvent (ethanol and ethyl acetate), time in minutes (30 and 60 min) and temperature in degrees Celsius (35 and 65 ºC) was evaluated to determine their influence on phenolic compound content and activity Antioxidant (DPPH) in samples of T. catharinensis. The best extraction condition was the ethanol solvent, 60 minutes and 65 oC, where the phenolic content of 2,027 mg EAG / g and antioxidant activity DPPH of 31.959 μmol of Trolox / g. The antioxidant activities were carried out by determination of the phenolic compounds, DPPH (expressed in IC 50 and Trolox), iron (FRAP) and ABTS, and the coupled oxidation of beta-carotene and linoleic acid. It can be observed that the extract of the leaves of T. catharinensis presented high values regarding the antioxidant activities, which refers to the efficacy of the extraction of bioactive compounds in this species. The determination of the antibacterial activity was performed by means of Minimum Inhibitory Concentration (MIC) and Minimum Bactericidal Concentration (MBC) against Staphylococcus aureus and Salmonella bongori microorganisms. The extract of the leaves of T. catharinensis showed inhibitory activity (MIC) against Salmonella bongori bacteria with an intermediate concentration of 0.125 to 0.062 mg.mL-1, but in the range of the tested concentrations (5 to 0.005 mg.mL-1), Showed no inhibition against Staphylococcus aureus bacteria. The phenolic compounds present in the extract of the leaves of T. catharinensis were identified by means of HPLC, being gallic acid, vanilic acid, caffeic acid, rutin, catechin, salicylic acid, coumaric acid and myricetin and the functional groups were identified by spectroscopy In the infrared region (FTIR). It is concluded that the results obtained in this study confirm the antioxidant and antimicrobial activities of T. catharinensis extract and can be used as a probable source of natural compounds with applications in both the food and pharmaceutical industries.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/6988
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_DAQUI_2016_2_7.pdf1,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.