Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7205
Título: Prebióticos na nutrição de peixes
Título(s) alternativo(s): Prebiotics in fish nutrition
Autor(es): Sales, Francielli Baioco
Orientador(es): Sado, Ricardo Yuji
Palavras-chave: Aquicultura
Prebióticos
Tilápia (Peixe)
Aquaculture
Prebiotics
Tilapia
Data do documento: 18-Out-2012
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Dois Vizinhos
Referência: SALES, Francielli Baioco. Prebióticos na nutrição de peixes. 2012. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2012.
Resumo: O aumento do consumo de peixe leva à intensificação dos sistemas de produção. Sistemas intensivos impõem uma série de agentes estressores que afetam de forma negativa o sistema imune o que torna os animais susceptíveis a doenças, limitando o desenvolvimento econômico da aquicultura. A crescente conscientização da necessidade de adoção de técnicas adequadas para produção de alimento para consumo humano torna-se necessário a adoção de Boas Práticas de Manejo. Uma delas consiste na redução ou não utilização de antimicrobianos durante o ciclo de produção, por meio do uso de aditivos que melhorem a saúde e o desempenho animal. O objetivo deste trabalho foi para avaliar o efeito da suplementação de mananoligossacarídeos (MOS) sobre o crescimento juvenis de tilápia-do-Nilo (oreochromis niloticus). Os peixes foram distribuídos aleatoriamente em tanques-rede (4,0 m2 de lâmina e 1,5 m de coluna d’água, 20 peixes em cada) e alimentados durante 30 dias com as dietas experimentais (0,0; 0,2, 0,4 e 0,8% de inclusão de MOS na dieta) em um delineamento inteiramente casualizado (n=4). Ao final do períod experimental foi realizada a coleta de material para realizar os cálculos de desempenho. Os índices de desempenho zootécnicos não foram afetados significativamente pela inclusão de MOS, demonstrando que os mecanismos de ação desses compostos ainda não estão totalmente elucidados.
Abstract: The growth of global fish consumption promotes the intensification of fish farming production. Intensive aquaculture systems exposes fish to numerous stressors, which may negatively affect fish grown and limit the profitability of fish production. Fish production for human consumption must conform to best management pratices. One of this is reduction or, preferably, complete banning the antibiotics in production cycle, favoring the use of additives that improve animal health and growth. This study was set out to evaluate the effect of supplementation of mananoligossaccharideos (MOS) on performance of juvenile Nile tilapia (Oreochromis niloticus). Fish were randomly distributed in cages (4.0 m2 area and 1.5 m depth, 20 fish per cage) and fed for 30 days with the experimental diets (0.0, 0.2, 0.4 to 0.8% inclusion of dietary MOS) in a completely randomized design (n = 4). After the experimental period, biometrical data was collected and performance index was calculated. Only feed consumption was affect b y treatments (p<0.05) and fish fed 0.4% dietary MOS showed increased feed consumption, showing that prebiotics mode of action in fish growth and nutrition are still unclear.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7205
Aparece nas coleções:DV - Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_COZOO_G_Sales, Francieli Baioco_2012.pdf566,35 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons