Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7443
Título: Remoção do corante amarelo reativo B2R utilizando bagaço de cana-de-açúcar
Título(s) alternativo(s): Removal of dye reactive yellow B2R using sugarcane bagasse
Autor(es): Almeida, Lariana Negrão Beraldo de
Orientador(es): Pietrobelli, Juliana Martins Teixeira de Abreu
Palavras-chave: Corantes
Bagaço de cana
Cinética química
Colorings matter
Bagasse
Chemical kinetics
Data do documento: 3-Jun-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: ALMEIDA, Lariana Negrão Beraldo de. Remoção do corante amarelo reativo B2R utilizando bagaço de cana-de-açúcar. 2015. 65 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2015.
Resumo: As etapas de tingimento nas indústrias têxteis apresentam grande importância no beneficiamento dos tecidos, contudo, parte dos corantes utilizados para conferir coloração a este material são descartados nas posteriores lavagens, pois os corantes não se fixam 100% a fibra têxtil. Deste modo, os efluentes gerados apresentam, além de outros componentes, corante em sua composição. Os tratamentos convencionais empregados não se resumem a apenas uma etapa, e sim, diversos métodos biológicos, físicos e químicos. Na remoção da cor por adsorção, o carvão ativado é bastante utilizado como adsorvente, contudo, apresenta valor elevado e dificuldade de dessorção do mesmo. Assim, técnicas de baixo custo visando remover esta coloração das águas residuais são estudadas. Neste contexto, o presente trabalho fundamentou-se em estudar e definir as melhores condições, tempo de equilíbrio e quantidade de adsorvente necessário para a remoção do corante Amarelo Reativo B2R em solução sintética utilizando o bagaço de cana-de-açúcar. Além destes parâmetros, os modelos cinéticos de pseudo-primeira ordem, pseudo-segunda ordem e difusão intrapartícula bem como as isotermas de adsorção de Langmuir e Freundlich foram ajustados aos dados obtidos experimentalmente. Os ensaios realizados definiram que em pH 1,5 aconteceu maior remoção, o tempo necessário para atingir o equilíbrio de remoção foi de 36 horas, sendo o sistema submetido a temperatura 30ºC e agitação de 110 rpm. Além do mais, dentre os modelos cinéticos estudados o melhor ajuste aconteceu por pseudo-segunda ordem e, em relação as isotermas de adsorção, a isoterma de Freundlich melhor representou os dados experimentais. O estudo demonstrou que o bagaço de cana-de-açúcar apresenta potencial no tratamento de efluentes contendo corante Amarelo Reativo B2R.
Abstract: Dyeing steps in the textile industries have great importance in the processing of this tissue, however, large part of the dyes used to impart color to fabrics are discarded in subsequent washes, because that dyes do not settle 100% to textile fiber. Thus, the generated effluents present, in addition to other components, a dye in their composition. Conventional treatments applied not boil down just a step, but, many biological, physical and chemical methods. In the color removal by adsorption, activated carbon is widely used as adsorbent, however, it has a high cost and difficulty desorption of it. Thus, low-cost techniques in order to remove this coloration of waste water are studied. In this context, the present study was based in studying and defining the best conditions, equilibration time and amount of adsorbent required to remove the dye Reactive Yellow B2R in synthetic solution using sugarcane bagasse. Besides these parameters, the kinetic models: pseudo-first order kinetic models, pseudo-second order and intraparticle diffusion as in the Langmuir and Freundlich adsorption isotherm in the results obtained experimentally. The tests performed determined that at pH 1.5 the higher removal occurred, the time required to reach equilibrium was 36 hours, in this case the system was subjected to 30°C of temperature and agitation of 110 rpm. Moreover, form the kinetic models studied the best adjustment of the kinetic model was the pseudo-second order. Among the adsorption isotherms and, the Freundilich isotherm, was best represented the experimental data. The study demonstrated that the sugarcane bagasse shows potential in the treatment of effluents that contains the dye Reactive Yellow B2R.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7443
Aparece nas coleções:PG - Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_COENQ_2015_1_01.pdf1,4 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.