Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7547
Título: Efeito do espaçamento em plantio de Eucalyptus dunnii no incremento anual na região do sudoeste do Paraná
Título(s) alternativo(s): Effect of spacing in Eucalyptus dunnii planting in the annual increase in southwestern region of Paraná
Autor(es): Guntzel, Jonas Andrei
Orientador(es): Silveira, Edson Roberto
Palavras-chave: Plantio (Cultivo de plantas)
Eucalipto
Reflorestamento
Planting (Plant culture)
Eucalyptus
Reforestation
Data do documento: 26-Ago-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: GUNTZEL, Jonas Andrei. Efeito do espaçamento em plantio de Eucalyptus dunnii no incremento anual na região do sudoeste do Paraná. 2016. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2016.
Resumo: A grande demanda de energia, aliada com o crescente desmatamento e falta de madeira para a produção de calor e áreas reflorestadas, fez com que houvesse uma crescente procura de indústrias por madeiras que fossem de uso adequado para queima, para produção de calor e que obtivessem porte de corte com menor tempo possível. Com isso, iniciou-se uma onda de reflorestamentos, para fim de produzir madeira com destinação para indústrias. O Eucalipto, por obter alta adaptação à região, ter elevada taxa de crescimento e ser boa para queima, foi uma das espécies mais utilizadas para implantação de campos de reflorestamento. Também, sendo uma alternativa de fonte de renda para as áreas onde o cultivo de espécies anuais (como soja, milho, trigo, entre outros) é impróprio, buscando assim, a maximização do uso da área e ganho econômico. O objetivo do presente trabalho foi medir o efeito de diferentes espaçamentos entre plantas, bem como a taxa de crescimento e produção de madeira em cada espaçamento ao longo dos anos, pois é de suma importância a implantação de áreas com espaçamento correto, dependendo a finalidade da prática. Foram usados 4 diferentes espaçamentos para comparar e definir as taxas de crescimento do Eucalipto em questão na região do Sudoeste do Paraná. Os espaçamentos definidos foram os seguintes: 3 x 3 m ( 9 m²) ; 3 x 2 m (6m²) ; 2 x 2 m (4 m²) ; 1,5 x 1,5 m (2,25 m²). Ao longo dos anos, vem sendo acompanhado o efeito de cada diferente espaçamento no crescimento da área de Eucalipto e nota-se as diferenças em cada avaliação feita. O plantio das mudas ocorreu em 2008, e as avaliações estão sendo feitas anualmente. Esta foi a sétima avaliação dos efeitos dos espaçamentos no diâmetro a altura do peito (DAP), volume por planta e volume por área. Os resultados obtidos foram submetidos a análise de variância, e posteriormente submetidos ao teste de Tukey a 5% de probabilidade. Nos primeiros anos a competição não afeta muito o desenvolvimento inicial das mudas. Atualmente, 8 anos após o plantio, as plantas não apresentaram diferença no DAP e no volume por planta. Já no fator volume por área, houve diferenças, sendo que os melhores resultados foram encontrados nos menores espaçamentos, devido ao maior número de plantas por área.
Abstract: The large demand for energy, coupled with the growing deforestation, lack of wood for the production of heat and reforested areas, it meant that there was a growing demand for industries by woods that were suitable for burning use for heat production and obtain size harvest at the shortest possible time. Thereby, began a sequence of reforestation, to order to produce wood with allocation to industries. The Eucalyptus, obtain high adaptation to the region, have high growth rate and be good for burning it was one of the most used species for field deployment of reforestation. Also, as an alternative income source for the areas where the crop of annual species (such as soybeans, corn, wheat, etc.) it's inappropriate, obtaining the maximization the use of the area and economic gain. The goal of this work it was to measure the effect of different spacings between plants, and the growth rate and wood production in each gap over the years, because is of paramount importance the areas of deployment with correct spacing, depending on the purpose of practice. Was used 4 different spacings to compare and set the growth rates of Eucalyptus in question in the Paraná Southwest region. The defined spacings were: 3 x 3 m ( 9 m²) ; 3 x 2 m ( 6 m²) ; 2 x 2 m (4m²); 1,5 x 1,5 m (2,25 m²). Over the years, it has been accompanied the effect of each different spacing growth of the Eucalyptus area and note the differences in each evaluation. The planting of seedlings occurred in 2008, and the evaluations are being made annually. This was seventh evaluation of the effects of spacings in diameter at breast height (DBH), volume per plant and volume per area. The obtained results were subjected to analysis of variance, and after submitted to Tukey test at 5% probability. In the early years competition does not affect much the initial development of the seedlings. Currently, 8 years after planting the plants do not show differences in the DBH and volume per plant. But in the volume per area factor, there was differences, and the best results were found in the smallest spacings, due to the higher number of plants per area.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7547
Aparece nas coleções:PB - Agronomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COAGR_2016_20.pdf419,2 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.