Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7854
Título: Estudo visando a obtenção de sensores baseados em filmes poliméricos ultrafinos para detecção de toxinas em castanha-do-brasil
Título(s) alternativo(s): Study in order to obtain sensor-based films polymeric ultrathin for the detection of toxins in Brazil nuts
Autor(es): Rechotnek, Fernanda
Orientador(es): Romero, Rafaelle Bonzanini
Palavras-chave: Castanha-do-brasil
Alimentos - Análise
Aflatoxina
Análise eletroquímica
Brazil nut
Food - Analysis
Aflatoxins
Electrochemical analysis
Data do documento: 29-Jun-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: RECHOTNEK, Fernanda. Estudo visando a obtenção de sensores baseados em filmes poliméricos ultrafinos para detecção de toxinas em castanha-do-brasil. 2017. 97 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2017.
Resumo: A castanha-do-Brasil é uma semente do fruto da castanheira, em que a maior parte é situada na região Amazônica. Apresenta benefícios à saúde devido a sua composição entre macronutrientes e micronutrientes como, por exemplo, o selênio, importante antioxidante que está presente em alta porcentagem nas castanhas. A castanha-do-Brasil é considerada de grande importância para a exportação brasileira seguindo os fluxos de consumo interno e exportação. No entanto, são propensas a contaminações por toxinas produzidas por fungos, conhecidas como micotoxinas, as quais podem causar doenças ou morte em humanos e animais quando ingeridas. Os fungos que se destacam nas castanhas-do-Brasil são os do gênero Aspergillus, produtores da micotoxina aflatoxina. Quando exportadas, as castanhas devem obedecer a um limite máximo de aflatoxinas permitido que varia de 10 e 20 μg/Kg. Esses níveis de aflatoxina são medidos em laboratórios por métodos cromatográficos sofisticados e caros. Sendo assim, para solucionar esta problemática, métodos com sensores eletroquímicos simples e de baixo custo vêm sendo empregados no controle de qualidade de alimentos. O objetivo desse trabalho é utilizar um sensor eletroquímico do tipo língua eletrônica para detecção de aflatoxinas. A utilização dessa técnica permite característica como, leveza, reutilização, portabilidade e custo baixo de obtenção. Além disso, os sensores utilizados nessa metodologia são de placas de fenolite e fibra de vidro, materiais de baixo custo comparados à metodologia tradicional que utiliza eletrodos interdigitados de ouro. O método utilizado baseia-se na deposição por automontagem, camada por camada, em que substâncias catiônicas e aniônicas são depositadas em um substrato a fim de formar uma dupla camada elétrica, ou seja, uma bicamada. Conforme as bicamadas são depositadas forma-se um filme. Para o desenvolvimento da língua eletrônica foram realizadas análises iniciais em substrato de vidro com diferentes composições de filmes a fim de obter os melhores filmes para utilização nos sensores que compõem a língua eletrônica. Foram adquiridos 6 sensores de fenolite e 3 sensores de fibra de vidro que foram utilizados, primeiramente, na toxina ácido fusárico para construção de curva de calibração e, posteriormente, na aflatoxina para analisar o percentual da mesma.
Abstract: Brazil nuts is a seed of the nut tree fruit, being most of it located in the Amazon region. The nuts presents health benefits due to its macro and micronutrients, for example, the selenium, that is an important antioxidant can be found in high tield. The seed has significant importance in Brazilian shiping market. However, it’s suceptable to fungi produced toxin contamination, wich can lead diseases or even death in animals and humans. The most concerning fungi in Brazil nuts are Aspergillus type, responsible for the production of the aflatoxin mycotoxin. The maximum range of aflatoxin permitted overseas is 10 to 20 μg/kg. The methods to measure aflatoxin are usually expensive and complex chromatographic methods. Therefore, electrochemical sensors cheap and simple use may be the logical repleacment. The ain of this work was to carachterize an electrochemical tongue sensor suitable to detects aflatoxins. Benefits as lightness, reuse, portability and cheap cost of manufacturing can be obtained if this type of sensor. In addition, low cost electrodes such as phenolite and fiberglass based electrodes were tested in comparison with high cost interdigited gold electrodes. The electrode construction method was based on Layer-by-Layer deposition, in which cationic and anionic substances are deposited in a substrate in order to form a double electric layer. As the double layers are deposited a film is formed. In order to develop the electric tongue, analyzes were first performed on glass substrate, with different films compositions, so the best films could be used in electrode composition. Six phenolite sensors and three fiber glass sensors were used, being tested first in the construction of the calibration curve using furaric acid toxin and then aflatoxin concentrations were analyzed.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7854
Aparece nas coleções:CM - Licenciatura em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
sensoresdeteccaotoxinascastanha.pdf
  Disponível a partir de 2019-08-01
5,39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.