Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7874
Título: Ácido indol-butírico e tipo de embalagem para propagação de erva-mate (Ilex paraguariensis ST. HIL.) por alporquia
Título(s) alternativo(s): Indole-butyric acid and type of bundling for propagation of erva-mate (Ilex paraguariensis ST. HIL.) by air layering
Autor(es): Marques, Douglas Lennon
Orientador(es): Wendt, Simone Neumann
Palavras-chave: Erva-mate
Plantas - Propagação
Plantas - Reguladores
Mate plant
Plant propagation
Plant regulators
Data do documento: 15-Jun-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Dois Vizinhos
Referência: MARQUES, Douglas Lennon. Ácido indol-butírico e tipo de embalagem para propagação de erva-mate (Ilex paraguariensis ST. HIL.) por alporquia. 2016. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2016.
Resumo: A erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil) é espécie arbórea nativa da região sul da América Latina, com grande importância econômica, social e cultural para os países onde é encontrada, inclusive o Brasil. A principal forma de estabelecimento de ervais é realizada através de produção de mudas por sementes, geralmente sem critérios de seleção e com baixo nível de produtividade. Uma alternativa para evitar a produção de mudas por sementes e fixar ganhos genéticos, é através das técnicas de propagação vegetativa, que vem se tornando de grande importância nos plantios de espécies florestais no Brasil. Desta maneira o objetivo deste trabalho foi estabelecer protocolo eficiente para propagação vegetativa de Ilex paraguariensis St. Hil. utilizando a técnica de alporquia, em um plantio de erva-mate de 10 anos de idade, localizado na UTFPR Câmpus Dois Vizinhos. Foram utilizadas diferentes concentrações de AIB (0, 2.000 e 4.000 mg L-¹), duas formas de aplicação (gotas e algodão), e três embalagens distintas para revestimento [embalagem plástica transparente (12 µ – 15 x 30 cm), embalagem plástica transparente (12 µ – 15 x 30 cm) revestida com papel alumínio e embalagem plástica preta]. Os alporques foram umedecidos mensalmente, com 60 mL de água, O experimento foi mantido á campo por 180 dias. Após este período foi feita a análise da percentagem de calos nos ramos alporcados, o número e comprimento das três maiores radicelas (cm) e a percentagem de enraizamento e de ramos alporcados vivos. De maneira geral, percebeu-se que os fatores que tiveram influência significativa nos resultados encontrados foram a forma de aplicação da solução e o tipo de embalagem utilizada. A utilização de algodão para aplicação de AIB foi a forma mais eficiente, apresentando 21,47 % de enraizamento dos alporques. A utilização de embalagens que concentram maior quantidade de calor, embalagem preta e transparente com alumínio, mostraram-se mais eficientes no enraizamento, com 19,49 % e 9,65 %, respectivamente. As concentrações de AIB testadas, tanto isoladas quanto em interação com as demais variáveis, não influenciaram na rizogênese adventícia dos ramos.
Abstract: Erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil) is a native tree species of southern Latin America region, with great economic, social and cultural importance for the countries where it is found, including Brazil. The dominant type of herbal cultivation is held by growth from sprouts, generally with no choice criteria and with low level of productivity. An option to avoid generation from sprouts and promote hereditary additions is through vegetative propagation techniques, which is taking place to extraordinary significance in ranches of woodland species in Brazil. Therefore, the point of this study was to build up profitable convention for vegetative propagation of Ilex paraguariensis St. Hil., adopting the air layering technique, in a erva-mate plantation 10 years of age, situated in UTFPR Campus Dois Vizinhos. By the way, different concentrations of IBA were employed (0, 2,000 and 4,000 mg L-¹), two application methods (drops and cotton), and three diverse bundling covering [transparent plastic bundle (12 μ - 15 x 30 cm), lined bundling with aluminum foil and dark plastic bundling]. The air layering was soaked month to month with 60 mL of water, the analysis was kept up on trial for 180 days. After this period, the examination was made of the percentage of callus on branches, the number and length of the three major radicles (cm) and the percentage of rooting and live air-layered branches. By and large, it was understood that the components which remarkably affected the outcomes found, were the application method of the solution and the kind of bundling resorted. The handling of cotton for IBA application was the most productive procedure, with 21.47% rooting of air layers. The use of bundling which concentrate more noteworthy measure of warmth, dark and transparent bundling with aluminum foil, were more successful establishing, with 19.49% and 9.65%, respectively. The IBA concentrations tested, both detached and in communication with different variables did not impact the extrinsic rhizogenesis of the branches.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7874
Aparece nas coleções:DV - Engenharia Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_COENF_2016_1_03.pdf651,9 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.