Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7926
Título: Fitorremediação de solos contaminados por metais pesados
Título(s) alternativo(s): Phytoremediation of contaminated soils by heavy metals
Autor(es): Alcantara, Henrique Greggi de
Orientador(es): Araújo, José Hilton Bernardino de
Palavras-chave: Fitorremediação
Metais pesados
Solos - Descontaminação
Pinhão-manso
Phytoremediation
Heavy metals
Soil remediation
Data do documento: 19-Jun-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: ALCANTARA, Henrique Greggi de. Fitorremediação de solos contaminados por metais pesados. 2017. 46 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2017.
Resumo: Perante a constante evolução humana e da falta de cuidados, o ambiente tem sofrido com constantes ataques, o que tem ficado mais perceptível perante a poluição causada. Visando assim recuperar as áreas poluídas houve o início a estudos relacionados a tratamentos, dentre estes os das áreas de mineração, isto é, dos solos contaminados por metais pesados. Um dos métodos que tem mostrado eficácia é a fitorremediação, que é baseada na utilização de plantas como agentes remediares em ambientes contaminados. Com isso, o referente estudo pretende verificar o potencial de fitoextração da espécie Jatropha curcas L. mais conhecida como Pinhão - Manso. As amostras de solo foram contaminadas por sais de chumbo, (CH3COO)2Pb, e de cromo, K2Cr2O7, em diferentes concentrações (72 mg, 180 mg e 300 mg para Chumbo e 75 mg, 150 mg e 300 mg para Cromo) por quilo de solo utilizado. Durante o período da experiencia, 54 dias, as plantas tiveram alturas, número de folhas e aspectos físicos monitorados, e após coleta foram encaminhadas ao Laboratório Santa Rita, na cidade de Mamborê – PR, para a determinação do teor dos metais adsorvido. Os resultados obtidos na fitoextração das amostras mostraram que a espécie em questão é capaz de absorver os metais, recuperando/tratando o solo.
Abstract: Towards the constant human evolution, the environment has suffered constant attacks, which has become more noticeable because of the pollution caused by the evolution. To recover the polluted areas started to study possible treatments, between them, to recuperate the mining areas, that is, the soils contaminated by heavy metals. One of the methods that has proved effective is the phytoremediation, which is based on the use of plants as remedial agents in contaminated environments. Through this, the referent research proposes to verify the phytoextraction potential of the species Jatropha curcas L., knowledge as Pinhão - Manso. The soils samples were contaminated with lead salt, (CH3COO)2Pb, and chrome salt, K2Cr2O7, in different concentrations (72 mg, 180 mg and 300 mg for lead and 75 mg, 150 mg and 300 mg for chrome) per kilogram of soil. During the experiment period, 54 days, the plants had heights, number of leaves and physical aspects monitored, and after collection, all the samples were sent to the Laboratory Santa Rita, in the city of Mamborê - PR, to determine the adsorbed metals content. The results obtained in the phytoextraction of the samples showed that the species in question is able to absorb the metals in question.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7926
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
fitorremediacaosoloscontaminadosmetais.pdf2,92 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.