Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7951
Título: Uma análise da reação estética na leitura d’A bolsa amarela, de Lygia Bojunga Nunes
Título(s) alternativo(s): An analysis of the aesthetic reaction in the reading of A bolsa amarela, by Lygia Bojunga Nunes
Autor(es): Cappoani, Gessica Aparecida
Orientador(es): Lima, Anselmo Pereira de
Palavras-chave: Crianças - Desenvolvimento
Arte - Psicologia
Literatura infantojuvenil
Catarse
Child development
Art - Psychology
Children's literature
Catharsis
Data do documento: 24-Nov-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: CAPPOANI, Gessica Aparecida. Uma análise da reação estética na leitura d’A bolsa amarela, de Lygia Bojunga Nunes. 2016. 70 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2016.
Resumo: Este trabalho tem por objetivo analisar o romance A bolsa amarela, de Lygia Bojunga Nunes. Obra representativa da literatura infantojuvenil brasileira, publicada em 1976, apresenta uma narrativa dinâmica focalizada na perspectiva da criança Raquel. A narrativa articula-se por meio das vontades da menina, que são o oposto de sua realidade. Os pares binários: criança-adulto, menina-menino e não escritora-escritora são as forças motrizes de seu processo narrativo. Segundo Vygotsky (1999), na articulação da obra literária há sempre sentimentos opostos crescendo na mesma proporção, que se desenvolvem até o ponto culminante, no qual se fundem, como em um curto-circuito atingindo o efeito estético da arte, a catarse. Nesse sentido, a análise atentará aos mecanismos utilizados pela narradora da obra, tanto no que se referem aos fatos escolhidos para a narração como ao seu engendramento na narrativa, ou seja, a organização sistemática da fábula no enredo, visando compreender a que efeito o leitor é levado durante a leitura.
Abstract: It presents an analysis of Lygia Bojunga Nunes‘s novel, A bolsa amarela. Published in 1976, this book is expressive in Brazilian literature for children and young people. A bolsa amarela presents a dynamic narrative focused on the child‘s perspective, Raquel. The narrative develops itself through Raquel‘s wills, which are opposites of her reality. The binary pairs: child-adult, girl-boy and non-writer-writer are the narrative driving forces. According to Vygotsky (1999), in literary works there are always opposite feelings growing up on the same proportion. The opposite feelings develop themselves until the culmination, when they fuse in a short circuit, reaching the art aesthetic effect: catharsis. In narratives, according to Vygotsky (1999), there are two basic mechanisms: the ―fable‖, that consists in facts from reality, and ―plot‖, the organization of the ―fable‖ in the narrative. Therefore, this analysis intends to understand the mechanics used by the narrator to cause the aesthetic effect in the reader.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7951
Aparece nas coleções:PB - Licenciatura em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COLET_2016_2_10.pdf830,27 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.