Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7963
Título: O retrato do negro nas obras de Machado de Assis: Helena, Memórias pótumas de Brás Cubas e Dom Casmurro
Título(s) alternativo(s): The image of the black figure in the literary work from Machado de Assis: Helena, Posthumous memoirs of Brás Cubas and Dom Casmurro
Autor(es): Maia, Midiã Valério
Orientador(es): Lima, Marcos Hidemi de
Palavras-chave: Negros na literatura
Literatura comparada
Literatura brasileira
Escravidão na literatura
Afro-Americans in literature
Literature, Comparative
Brazilian literature
Slavery in literature
Data do documento: 25-Nov-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: MAIA, Midiã Valério. O retrato do negro nas obras de Machado de Assis: Helena, Memórias pótumas de Brás Cubas e Dom Casmurro. 2016. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2016.
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo explorar e delimitar a presença do negro em três romances de Machado de Assis. A análise está focada nas seguintes personagens e romances: Vicente (Helena, 1876); Prudêncio (Memórias Póstumas de Brás Cubas, 1881) e um mero vendedor de cocadas (Dom Casmurro, 1899). Este trabalho visa observar a representação do negro na obra machadiana, buscando desvendar o posicionamento e o envolvimento do escritor com a causa escrava. A base teórica emprega conceitos de Sidney Chalhoub (2003), Roberto Schwarz (2000a) (2000b), Heloísa Toller Gomes (1994,1988) e Regina Zilberman (2002,2012), com destaque a questões filosóficas, antropológicas e sociológicas. Nessa pesquisa, buscou-se, por meio de personagens secundárias, destacar como a figura do negro escravo foi abordada por Machado, evidenciando que o escritor possuía, ainda que sob o disfarce da crítica e da ironia, consciência da situação do dilema da escravidão no seu tempo.
Abstract: This research aims to explore and delimit the presence of the black figure in three novels from Machado de Assis. The analysis is focused on the following characters and novels: Vincent (Helena, 1876); Prudencio (Posthumous Memoirs of Brás Cubas, 1881) and a mere sellor of cocadas (Dom Casmurro, 1899). This work aims to observe the representation of the black figure in Machado's work, seeking to unveil the positioning and involvement of the writer with the slave cause. The theoretical basis employs concepts by Sidney Chalhoub (2003), Roberto Schwarz (2000a) (2000b), Heloísa Toller Gomes (1994, 1988) and Regina Zilberman (2002,2012), with emphasis on philosophical, anthropological and sociological issues. In this survey, it was sought, through secondary characters, to highlight how the black slave figure was approached by Machado, evidencing that the writer possessed, albeit under the guise of criticism and irony, an awareness of the situation of the dilemma of slavery in his time.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7963
Aparece nas coleções:PB - Licenciatura em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COLET_2016_2_22.pdf546,57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.