Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7983
Título: Estudo da variação de concentração de cloreto de sódio no processo de eletrocoagulação aplicado ao tratamento de água
Título(s) alternativo(s): The study of sodium chloride variation in the electrocoagulation process applied to water treatment
Autor(es): Martins, Ana Lígia do Nascimento
Orientador(es): Theodoro, Joseane Debora Peruço
Palavras-chave: Água - Purificação - Coagulação
Sal
Eletrodos
Water - Purification - Coagulation
Salt
Electrodes
Data do documento: 12-Jun-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: MARTINS, Ana Lígia do Nascimento. Estudo da variação de concentração de cloreto de sódio no processo de eletrocoagulação aplicado ao tratamento de água. 2017. 72 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2017.
Resumo: A disponibilidade e qualidade das águas para o consumo humano, é uma das grandes preocupações atuais, intensificando a busca por processos alternativos de tratamento de água. A eletrocoagulação, que consiste na coagulação de partículas poluentes por meio da oxidação de eletrodos, via tensão elétrica, é uma alternativa eficiente, pois dispensa a adição de coagulantes. O objetivo deste estudo foi aplicar a eletrocoagulação no tratamento de água, utilizando diferentes concentrações de cloreto de sódio (NaCl), a fim de identificar a concentração ideal, que resulte nas melhores remoções de cor aparente, turbidez e sólidos, além de análise da variação do pH, condutividade elétrica, e custo do tratamento, baseado no consumo dos eletrodos e de energia elétrica. Foram realizados 12 ensaios de eletrocoagulação de 80 minutos, utilizando eletrodos de alumínio, para duas amostragens de água do Ribeirão Jacutinga. A amostragem 1 com 128 uH de cor aparente, 47,1 uT de turbidez e 125 mg.L-1 de sólidos totais, e a amostragem 2 com 95 uH de cor aparente, 33,4 uT de turbidez e 40 mg.L-1 de sólidos totais. A adição de NaCl foi realizada em duas faixas de concentração, de 1 a 5 mg.L-1 na amostragem 1, e de 50 a 250 mg.L-1 na amostragem 2. Verificou-se que o NaCl auxiliou na remoção de cor e turbidez, porém aumentou a concentração de sólidos. Houve pouca mudança no pH, e aumento da condutividade elétrica. O desgaste dos eletrodos foi maior com maiores concentrações de NaCl, e o consumo de energia aumentou, devido maior passagem de corrente elétrica. Concluiu-se que os melhores resultados foram obtidos com 5 mg.L-1 de NaCl, resultando em 98,44% e 92,51% de remoção de cor aparente e turbidez, respectivamente, custando R$ 0,64 para cada m³ de água tratada.
Abstract: The availability and quality of water intended for human consumption, is one of the main concerns in the present days, which has intensified the search for alternative water treatment process. Electrocoagulation, which consists of the coagulation of pollutant particles through electrode oxidation, via electric voltage, it is an efficient alternative, since it does not require the addition of coagulants. The aim of this study was to apply electrocoagulation process in water treatment, using different concentrations of sodium chloride (NaCl), to identify the ideal concentration, which returns the best removal of color, turbidity, and solids; besides, an analysis of pH variation, electrical conductivity, and treatment cost, based on electrodes wear and electric energy consumption. Twelve electrocoagulation assays of 80 minutes were performed, using aluminum electrodes, for two water samples from the Ribeirão Jacutinga. The sample 1 with 128 uH of color, 47.1 uT of turbidity and 125 mg.L-1 of total solids, and the sample 2 with 95 uH of color, 33.4 uT of turbidity and 40 mg.L-1 of total solids. The addition of NaCl was performed in two concentration ranges, from 1 to 5 mg.L-1 for sample 1, and 50 to 250 mg.L-1 for sample 2. It was verified that, NaCl aided the removal of color and turbidity, but it increased the concentration of solids. There was a little change in pH, and an increasing in electrical conductivity. The wear of the electrodes was higher with higher concentrations of NaCl, and the energy consumption increased, due to greater passage of electric current. It was concluded that, the best efficiencies were obtained with 5 mg.L-1 of NaCl, resulting in 98.44% and 92.51% in color and turbidity removal, respectively, costing R$ 0.64 per m³ of treated water.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/7983
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2017_1_02.pdf1,73 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.