Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8003
Título: Avaliação comparativa entre a extração do óleo de soja com hexano e com álcool anidro e as diferenças físico-químicas no farelo
Título(s) alternativo(s): Comparative evaluation between the extraction of soybean oil with hexane and anhydrous ethanol and physicochemical differences in bran
Autor(es): Prado, Rodrigo do
Orientador(es): Ayala, Luis Alberto Chavez
Palavras-chave: Óleos vegetais
Soja
Álcool
Físico-química - Análise
Vegetable oils
Soybean
Alcohol
Chemistry, Physical and theoretical - Analysis
Data do documento: 30-Jan-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: PRADO, Rodrigo do. Avaliação comparativa entre a extração do óleo de soja com hexano e com álcool anidro e as diferenças físico-químicas no farelo. 2014. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Tecnologia em Alimentos) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2014.
Resumo: A soja é muito utilizada na alimentação animal e humana, e cada vez tem que buscar formas mais saudáveis para a obtenção de um produto menos agressivo para a saúde. O hexano por sua vez é ideal na extração de óleo de soja, pois apresenta todas as características necessárias para ser um solvente apropriado: não forma azeotropos, imiscível em solução aquosa, baixa faixa de temperatura de ebulição. Em contrapartida, apresenta grande inflamabilidade e é altamente tóxico. O presente estudo testa extrações com cinco amostras de soja coletadas aleatoriamente em testes comparativos entre o álcool anidro e o hexano, pois o álcool apresenta vantagens, como menor custo, redução do risco de inflamabilidade e não é tóxico para saúde animal e humano. Porém, pode arrastar alguns compostos indesejados como: umidade e carboidratos. A metodologia adotada é a AOCS, para teor de óleo bruto, proteína, umidade e acidez. As análises foram conduzidas em triplicatas para simulações com hexano e álcool anidro. Em todas as etapas dos testes, foram realizadas análises de óleo nos grãos de soja, proteína bruta no farelo resultante das extrações, teor de umidade e acidez. As análises realizadas com álcool anidro para teor de óleo e proteína bruta apresentaram aumento nos resultados em comparação às análises com hexano, nas simulações para teor de umidade não houve diferença significativa entre os solventes utilizados, mas para acidez teve um aumento considerável. É possível afirmar que com a utilização de equipamentos adequados, o álcool anidro torna-se um bom substituto para o hexano.
Abstract: Soybeans are widely used in animal end human feed, and increasingly it is necessary to seek healthier ways to obtain a less aggressive product health. The hexane is ideal for extracting soybean oil, due to it displays all needed characteristics to be a suitable solvent: it does not form azeotropes, immiscible in aqueous solution, low boiling temperature range. On the other hand, it demonstrates highly flammability and toxicity. The present study tests extractions with five soy samples randomly collected in comparative tests between hexane and anhydrous alcohol, as the alcohol has advantages such as lower cost, reduced risk of flammability and are not toxic to animal end human health. However, it can drag unwanted compounds as moisture and carbohydrates. The methodology adopted is on AOCS, content of crude oil, protein, moisture and acidity. The analyses were conducted in triplicate for simulations with hexane and anhydrous alcohol. At all stages of testing, analyses were performed at the oil in soybeans, crude protein in the bran resulting from extractions, moisture content and acidity. The analyses carried out with anhydrous alcohol to oil content and crude protein showed an increase in results. In the simulations for moisture content there was no significant difference, although acidity had considerably increased. Therefore, it can be said that with the use of suitable equipment, anhydrous alcohol becomes a good substitute for hexane.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8003
Aparece nas coleções:PG - Tecnologia em Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_COALM_2014_1_08.pdf489,55 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.