Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8077
Título: Extração e estabilidade de antocianinas do repolho roxo (Brassica oleracea)
Título(s) alternativo(s): Extraction and stability of anthocyanin purple cabbage (Brassica oleracea)
Autor(es): Schafranski, Kathlyn
Orientador(es): Rodrigues, Sabrina Ávila
Palavras-chave: Repolho
Antocianinas
Corantes
Estabilidade
Cabbage
Anthocyanins
Colorings matter
Stability
Data do documento: 4-Jul-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: SCHAFRANSKI, Kathlyn. Extração e estabilidade de antocianinas do repolho roxo (Brassica oleracea). 2016. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Tecnologia em Alimentos) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2016.
Resumo: As antocianinas compõem o maior grupo de pigmentos solúveis em água do reino vegetal. Dentre os vegetais ricos em antocianinas, o repolho roxo (Brassica oleracea) detém elevada concentração deste pigmento, tornando-se uma matéria prima apropriada para extração de corante natural. Porem as antocianinas degradam-se no decorrer da extração vegetal e na estocagem. Assim o objetivo deste trabalho foi avaliar a extração de antocianinas a partir do repolho roxo, em diferentes pH, temperatura e solventes, além de avaliar sua estabilidade ao longo do tempo em diferentes condições de armazenamento. Para obtenção do corante foram utilizados diferentes solventes (álcool 25%, álcool 96% e acetona), com pH ajustado (4,0; 6,0), e temperaturas (25ºC e 75ºC) e mais um tratamento adicional (água, pH 5,0 à 50ºC), as antocianinas obtidas foram comparadas a um corante sintético vermelho, avaliando-se a cor instrumental. As melhores condições de extração foram obtidas em álcool 25% e água, com pH 4,0 e 6,0 apresentaram maior coloração vermelha. Para avaliar a estabilidade dos pigmentos durante o armazenamento, foram selecionados os solventes água e álcool 25%, sendo realizadas leituras colorimétricas do parâmetro croma (C*) em relação ao padrão (amostra no tempo zero) a cada sete dias durante quatro semanas, armazenados sob diversas condições, como exposição a luz, escuro e presença ou ausência de oxigênio. Os extratos obtidos em álcool 25% nas condições de pH6,0/oxigênio/escuro obteve melhor desempenho, e maior saturação da cor, mantendo-se estável em 21 dias. Portanto o repolho roxo apresentou-se como uma fonte natural de corante vermelho em meio ácido.
Abstract: Anthocyanins make up the largest group of water-soluble pigments in the plant kingdom and it has been studied for being coloring agents natural food. Among the vegetables rich in anthocyanins, cabbage purple (Brassica oleracea) has a high concentration this pigment, and present low cost, making it a suitable raw material for extraction of a natural dye. However, anthocyanins degrade during the extraction vegetable and storage process. So the objective was evaluating the extraction of anthocyanins from cabbage purple, in different conditions of pH, temperature and solvent, besides assessing its stability over time under different conditions of storage. For obtaining dye were used different solvents (alcohol 25%, 96% alcohol and acetone), pH adjusted (4.0; 6.0) and temperatures (25 and 75ºC) and an additional treatment (water, pH 5,0 to 50ºC), the anthocyanins obtained were compared to a red synthetic dye, evaluating the instrumental color. Best extraction efficiency was obtained in 25% alcohol and water, with pH 4.0 to 6.0 exhibited greater red coloration. To evaluate the stability of the pigment during storage, the solvents water and alcohol 25% were selected and performed colorimetric readings chroma parameter (C*) against the standard (sample at time zero) every seven days for four weeks, stored under different conditions such as exposure to light, dark, and the presence or absence of oxygen. The extracts obtained in 25% alcohol under the conditions of pH 6.0 / oxygen / dark obtained better performance, and higher color saturation, remaining stable at 21 days. So the red cabbage was presented as a natural source of red dye in an acid medium.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8077
Aparece nas coleções:PG - Tecnologia em Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_COALM_2016_1_37.pdf571,47 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.