Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8433
Título: Mapeamento digital e conflitos de uso do solo da bacia do Rio Jirau
Título(s) alternativo(s): Digital mapping and use conflicts in the Jirau River basin
Autor(es): Lopes, Jéssica
Orientador(es): Pellegrini, André
Palavras-chave: Bacias hidrográficas
Mapeamento do solo
Solo - Uso
Watersheds
Soil mapping
Land use
Data do documento: 20-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Dois Vizinhos
Referência: LOPES, Jéssica. Mapeamento digital e conflitos de uso do solo da bacia do Rio Jirau. 2017. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2017
Resumo: A Bacia hidrográfica do Rio Jirau tem grande importância social e econômica para o Município de Dois Vizinhos PR,devido ao abastecimento de água para comunidade da zona urbana e rural. O objetivo do presente trabalho foi realizar o mapeamento digital das classes de solo, da capacidade de uso e dos conflitos com o uso atual dos solos da Bacia do Rio Jirau. O presente trabalho foi realizado na Bacia do Rio Jirau, situada no município de Dois Vizinhos, localizado na mesorregião Sudoeste do estado do Paraná. O trabalho foi realizado em quatro etapas de execução. A primeira etapa foi realizada no Laboratório de Topografia e Geoprocessamento da UTFPR Câmpus Dois Vizinhos, nesta etapa foi delimitado o perímetro da Bacia do Rio Jirau utilizando como limite os divisores de água, a partir do modelo de elevação do terreno do satélite ASTER-GDEM com resolução espacial de 30 metros, foram gerados os índices de representação de relevo no software SAGA GIS ®. Na segunda etapa foram realizadas as delimitações das classes de solo a partir dos índices de maior significância, para geração do mapa preliminar de solos da Bacia. Após a geração da legenda preliminar com a primeira ordem das classes, foi realizado um caminhamento em topossequência partindo dos divisores de água do terreno até a parte de menor altitude. Foi elaborado o mapa digital de solos da Bacia, utilizando as informações geradas na legenda preliminar e também dos atributos analisados a campo. O mapa foi gerado em escala 1:50.000 e de acordo com tabela de convenção de cores para mapas/cartas de solo do IBGE (2007). Também foi realizada a delimitação do uso atual e capacidade de uso dos solos da Bacia. A classificação do uso atual foi realizada no Google Earth e gerada o mapa em software SIG. A capacidade de uso do solo foi determinada conforme a metodologia de Lepsch et al., (2013), em que foram em divididos em três grupos (A, B, C), oito classes (I, II, III, IV, V, VI, VII e VIII). A classe predominante na Bacia hidrográfica do Rio Jirau é a classe de Nitossolo correspondendo a 75,2 % da área seguido pelas classes de Neossolo com 11,8 % da área da Bacia. De acordo com a capacidade de uso do solo da bacia do Rio Jirau 0,68 % da áre é utilizada abaixo do seu potencia, enquanto 5,76 % são utilizadas acima do potencial de uso, 80,08 % é ocupada pelo uso correto, porém precisam ser adequadas na área técnicas de controle de erosão. Somente 13,47 % da área esta sendo usada corretamente.
Abstract: The watershed of the Jirau River has great social and economic importance for the Municipality of Dois Vizinhos PR, due to the water supply to the urban and rural community. The objective of this work is to perform the digital mapping of soil classes, capacity utilization and conflicts with the current use of soils of the Jirau River Basin. The present work was carried out in the Jirau River Basin, located in the municipality of Dois Vizinhos, located in the southwestern mesoregion of the state of Paraná. The work was carried out in four stages of execution. The first stage was carried out at the Topography and Geoprocessing Laboratory of UTFPR Câmpus Dois Vizinhos. At this stage, the perimeter of the Jirau River Basin was delimited using as boundary the water dividers, based on the ASTER-GDEM satellite elevation model with spatial resolution of 30 meters, the relief representation indices were generated in the SAGA GIS ® software. In the second stage, the delimitations of the soil classes were carried out from the indexes of greater significance, for the generation of the preliminary map of soils of the Basin. After the generation of the preliminary legend with the first order of the classes, a topossequence trip was made starting from the divisors of water of the terrain to the part of lower altitude. The digital map of soils of the Basin was elaborated, using the information generated in the preliminary legend and also the attributes analyzed in the field. The map was generated in scale 1: 50,000 and according to the IBGE (2007) color convention chart for maps / soil charts. It was also done the delimitation of the current use and capacity of use of the soils of the Basin. The classification of the current use was made in Google Earth and generated the map in GIS software. The soil use capacity was determined according to the methodology of Lepsch et al., (2013), in which eight classes (I, II, III, IV, V, VI, VII and VIII). The predominant class in the Jirau River basin is the Nitossolo class corresponding to 75.2% of the area followed by the Neossolo classes with 11.8% of the Basin area. According to the land use capacity of the Jirau River basin 0.68% of the area is used below its power, while 5.76% are used above the potential of use, 80, 08% is occupied by the correct use, but must be adequate in the area of erosion control techniques. Only 13.47% of the area is being used correctly.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8433
Aparece nas coleções:DV - Engenharia Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_COENF_2017_2_06.pdf4,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.