Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8469
Título: Efeitos da utilização de MOS e ácidos orgânicos no desempenho de leitões
Título(s) alternativo(s): Effect of the use of MOS and organic acids in performance piglets
Autor(es): Vargas, Laudecir
Orientador(es): Cella, Paulo Segatto
Palavras-chave: Nutrição animal
Suínos - Alimentação e rações
Prebióticos
Animal nutrition
Swine - Feeding and feeds
Prebiotics
Data do documento: 19-Fev-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Dois Vizinhos
Referência: VARGAS, Laudecir. Efeitos da utilização de MOS e ácidos orgânicos no desempenho de leitões. 21 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2014.
Resumo: A cadeia produtiva da suinocultura tem sido desenvolvida para atender o mercado consumidor, que busca uma carne mais magra e produzida de forma limpa. Diante dessa demanda, áreas fundamentais da suinocultura como: genética, nutrição, sanidade, ambiência, bem estar animal, gestão do custeio e gestão ambiental, são cada vez mais estudadas e debatidas junto aos órgãos interessados. Já os avanços na área de nutrição tem contribuído também, para uma produção animal mais limpa através do uso de melhoradores de eficiência como prebióticos e ácidos orgânicos nas rações de suínos, como potenciais substitutos dos promotores de crescimento convencionais. Os mananoligossacarídeos (MOS) juntamente com os ácidos orgânicos, são capazes de manter a integridade do trato digestório, por beneficiarem a multiplicação de bactérias benéficas e também, no caso específico do MOS, funcionarem como adsorventes de bactérias patogênicas, impossibilitando sua adesão no epitélio intestinal e causando a sua eliminação. Sendo que estes efeitos melhoram a absorção dos nutrientes com ganhos nos índices produtivos. Diante do exposto, o objetivo do trabalho será de avaliar os efeitos do MOS e do ácido orgânico nos parâmetros de desempenho de leitões na fase de 15 a 30 Kg. O experimento será conduzido na UEP de Suinocultura do Câmpus Dois Vizinhos - UTFPR. Serão utilizados 18 leitões cruzados com peso médio inicial de 15kg, com 50 dias de idade, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com 2 tratamentos: T1- Ração basal e T2- Ração basal + 0,2% de MOS + ácido orgânico, com 3 repetições e 3 animais por unidade experimental. Os parâmetros avaliados foram ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, consistência das fezes e custo da ração por kg de leitão produzido. Não houve diferença (P>0,05) no desempenho produtivo e na consistência das fezes entre os tratamentos. No entanto, o custo por kg de leitão produzido foi maior no tratamento 2 (com aditivos) quando comparado com o tratamento 1 (controle). Nas condições em que foi realizado o presente estudo, pode-se concluir que o uso de MOS e ácidos orgânicos não melhoraram o desempenho produtivo e econômico de suínos na fase inicial
Abstract: The production chain of swine has been developed to meet the consumer market , seeking a more lean meat and produced cleanly. Faced with this demand , key areas of swine as genetics, nutrition , health , ambience , animal welfare, management of costs and environmental management are increasingly studied and debated to the organs concerned . Have advances in the field of nutrition has also contributed to a cleaner animal production through the use of enhancers efficiency as prebiotics and organic acids in the diets of pigs as potential substitutes for conventional growth promoters . The mannan oligosaccharides ( MOS ) along with organic acids , are able to maintain the integrity of the digestive tract , by benefiting the multiplication of beneficial bacteria and also in the specific case of MOS , act as adsorbents of pathogenic bacteria , preventing their adhesion in the intestinal epithelium and causing their elimination . Since these effects improve the absorption of nutrients with gains in production rates . Given the above , the objective of this study is to evaluate the effects of MOS and organic acid in the performance parameters of piglets during 15-30 Kg The experiment will be conducted in the UEP on Swine Campuses Two Neighbors - UTFPR . Crusaders 18 pigs with an initial average weight of 15kg with 50 days of age , distributed in a completely randomized design with two treatments will be used : T1 - basal ration T2 - ration + 0.2% MOS + organic acid , with 3 replications and 3 animals per experimental unit . The parameters evaluated were weight gain , feed intake , feed conversion , stool consistency and feed cost per kg of produced pig . There was no difference ( P > 0.05 ) on growth performance and fecal consistency between treatments . However , the cost per kg pig was highest in treatment 2 (with additives ) compared to Treatment 1 (control). In the conditions of the present study was conducted , it can be concluded that the use of MOS and organic acids did not improve the productive and economic performance of starter pigs
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8469
Aparece nas coleções:DV - Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_COZOO_2013_2_11.pdf248,54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.