Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8563
Título: A literatura vitoriana sob a perspectiva brasileira: inserção e recepção de Oliver Twist e David Copperfield, de Charles Dickens, no polissistema literário brasileiro
Título(s) alternativo(s): Victorian literature from the brazilian perspective: insertion and reception of Oliver Twist and David Copperfield, by Charles Dickens, in the brazilian literary polysystem
Autor(es): Brunismann, Danielle Franco
Orientador(es): Ruffini, Mirian
Palavras-chave: Literatura - Análise
Literatura comparada
Literatura brasileira
Literature - Analysis
Literature, Comparative
Brazilian literature
Data do documento: 26-Jun-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: BRUNISMANN, Danielle Franco. A literatura vitoriana sob a perspectiva brasileira: inserção e recepção de Oliver Twist e David Copperfield, de Charles Dickens, no polissistema literário brasileiro. 2017. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2017.
Resumo: Este trabalho de conclusão de curso desenvolve uma pesquisa de cunho descritivo, analítico, comparativo, exploratório, documental e histórico, a qual teve por objetivo descrever o processo de inserção das traduções de Oliver Twist (1838) e David Copperfield (1850), do escritor britânico Charles Dickens (1812-1870), no sistema literário brasileiro. Nesse sentido, pretendeu-se identificar elementos que indiquem a recepção que essas traduções obtiveram junto ao público brasileiro. Para tanto, o aporte teórico é constituído pela Teoria dos Polissistemas, de Itamar Even-Zohar (1990), e da teoria dos Estudos Descritivos da Tradução, de Gideon Toury (2012). Para atingir o objetivo, primeiramente procurou-se identificar a função que as obras desempenham no sistema de produção, bem como verificar o papel que as suas traduções exercem no sistema de recepção, para posteriormente descrever as escolhas tradutórias aplicadas ao produto final. Apresentam-se as teorias relacionadas aos Estudos da Tradução, seguidas de contextualização sociocultural do sistema de produção, o Período Vitoriano. As duas obras são classificadas como autobiográficas, pois muitos de seus episódios estão interligados com eventos vividos por Dickens. Sendo assim, discorre-se sobre a vida do autor, com a indicação de fatos que foram retratados nos romances. Posteriormente, são abordadas as etapas de análise e descrição de duas traduções de Oliver Twist, a primeira tem por tradutor Antônio Ruas (1983), e a segunda versão é de Machado de Assis e Ricardo Lísias (2013); e de duas traduções de David Copperfield, a primeira tradução é de Costa Neves (1963), enquanto que a segunda foi desenvolvida por José Rubens Siqueira (2016). As traduções indicam o processo de inserção, e expõem-se os epitextos que proporcionam o reconhecimento de traços da recepção das obras dickensianas.
Abstract: This monography develops a descriptive, analytic, comparative, exploratory, documentary and historical research, whose objective was to describe the process of insertion of the translations of Oliver Twist (1838) and David Copperfield (1850) by the British writer Charles Dickens (1812-1870), in the Brazilian literary system. That way, it was attempted to identify elements that indicate the reception that these translations obtained with the Brazilian public. Therefore, the theoretical contribution is constituted by the Theory of Polysystems, by Itamar Even-Zohar (1990), and the theory of Descriptive Studies of Translation, by Gideon Toury (2012). In order to reach the objective, it was firstly sought to identify the function that the works perform in the production system, as well as to verify the role that their translations exert in the reception system, to later describe the translation choices applied to the final product. Theories related to Translation Studies are presented, followed by socio-cultural contextualization of the production system, the Victorian Period. The two works are classified as autobiographical, since many of its episodes are interconnected with events lived by Dickens. Thus, we discuss the author’s life, with the indication of facts that were portrayed in the novels. Subsequently, are discussed the steps of analysis and description of the two translations of Oliver Twist, the first one has by it translator Antônio Ruas (1983), and the second version is by Machado de Assis and Ricardo Lísias (2013); And the two translations of David Copperfield, the first translation is from Costa Neves (1963), while the second was developed by José Rubens Siqueira (2016). The translations indicate the insertion process, and expose the epithets that provide recognition of reception features of the Dickensian works.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8563
Aparece nas coleções:PB - Licenciatura em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COLET_2017_1_04.pdf771,37 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.