Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/875
Título: Análise do nível de estresse em um escritório de arquitetura
Autor(es): Krtolica, Srdjan
Orientador(es): Romanelli, Egidio Jose
Palavras-chave: Arquitetos
Arquitetura
Stress (Psicologia)
Architects
Architecture
Stress (Psychology)
Data do documento: 25-Jun-2012
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: KRTOLICA, Srdjan. Análise do nível de estresse em um escritório de arquitetura. 2012. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2012.
Resumo: Nos dias atuais estamos experimentando rápidas mudanças em nossas sociedades, culturas e valores. O trabalho está se transformando quanto no aspecto físico-ambiental e funcional tanto no conteúdo. A crise bancária e financeira que começou em 2008, em decorrência da crise estadunidense impactou o mundo inteiro. Hoje em dia, as pessoas têm que trabalhar mais do que nunca, mas recebendo pouca compensação (em termos financeiros e de reconhecimento). A população economicamente ativa está sofrendo sobrecarga de trabalho, problemas financeiros e incerteza sobre o futuro. Todas estas pressões se transformam em uma síndrome, conhecida mundialmente como estresse. O objetivo principal deste trabalho é avaliar e analisar o nível de estresse de arquitetos em um escritório de arquitetura na cidade de Curitiba. Para obter os resultados relevantes foi utilizado o teste de Levantamento de Sintomas de Estresse do Centro Psicológico de Controle de Estresse de São Paulo. Analisados os resultados, foi observado que todos os entrevistados apresentam algum sintoma de estresse. Foi observado que o número de sintomas, além de depender do cargo dos funcionários, depende também de anos de experiência de um profissional. Assim os cargos mais altos e com maior experiência experimentam sintomas que podem atribuir-se principalmente à fase de alarme e alguns à fase de resistência, e os cargos baixos mostraram uma incidência maior dos sintomas atribuídos principalmente à fase de resistência e alguns à fase de exaustão.
Abstract: Nowadays we are experiencing rapid changes in our societies, cultures, and values. The work also is being transformed regarding both its environment (physical and functional) and content. The banking and financial crisis that began in 2008 in the United States has grown into a global crisis. Nowadays people have to work harder than ever, but receiving little compensation (in terms of finances and recognition). People are suffering from work overload, financial problems, living in an uncertainty about the future. All these pressures become a syndrome, known worldwide as stress. The main objective of this study is to evaluate and analyze the stress level of architects in an architecture office in the city of Curitiba. Survey of Stress Symptoms of the Psychological Center for Stress Control of Sao Paulo was used in obtaining the relevant results. Analyzing the results it was observed that all respondents have some symptoms of stress. It was noted that the number of symptoms, depending on the position of employees, also depends on years of experience of a professional. So the most senior and most experienced employees are experiencing symptoms that can be attributed mainly to the alarm phase and some to the phase of resistance, and low positions showed a higher incidence of symptoms attributed mainly to the resistance phase and some to the phase of exhaustion.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/875
Aparece nas coleções:CT - Gerenciamento de Obras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_GEOB_XVII_2011_17.pdf775,29 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.