Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8792
Título: Estudo sobre a localização de aterros sanitários e estações de transbordo de resíduos sólidos urbanos na microrregião de Campo Mourão, Paraná
Autor(es): Redondo, Guilherme
Orientador(es): Corneli, Vanessa Medeiros
Palavras-chave: Gestão integrada de resíduos sólidos
Lixo - Eliminação
Impacto ambiental
Direito ambiental
Integrated solid waste management
Refuse and refuse disposal
Environmental impact statements
Environmental law
Data do documento: 16-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: REDONDO, Guilherme. Estudo sobre a localização de aterros sanitários e estações de transbordo de resíduos sólidos urbanos na microrregião de Campo Mourão, Paraná. 2017. 41 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2017.
Resumo: Visto os impactos ambientais associados ao gerenciamento inadequado dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU), pesquisas atuais têm dado especial atenção aos locais de disposição desses materiais. Este trabalho teve como objetivo apresentar um estudo sobre a localização de aterros sanitários e estações de transbordo de RSU de municípios da microrregião de Campo Mourão, Paraná. Os parâmetros para análise da localização utilizados nesse estudo tiveram como base os requisitos legais do estado do Paraná listados na Resolução n° 094/2014 do Conselho Estadual de Meio Ambiente do Paraná (CEMA) para áreas de aterros sanitários: distância mínima de 1500 m de núcleos populacionais, 300 m de residências isoladas e 200 m de corpos hídricos; e na Portaria n° 187/2013 do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para as áreas de estações de transbordo: distância mínima de 400 m de núcleos populacionais, 200 m de residências isoladas e 200 m de vias de domínio público. Na elaboração dos mapas de distâncias geraram-se três buffers para aterros sanitários: de 1.500 m, 300 m e de 200 m. Para as estações de transbordo foram gerados dois buffers: de 400 m e 200 m. A partir da metodologia utilizada foi possível observar áreas que atenderiam todos os critérios previstos e áreas que atenderiam parcialmente esses critérios. Quando avaliado a situação geral das áreas de transbordo e de disposição final de RSU na microrregião, nota-se a tentativa em minimizar os impactos ambientais associados ao gerenciamento inadequado dos RSU, evidenciado pela adoção das unidades de transbordo e pela ausência de lixões nas áreas analisadas. Nesse contexto, pode-se inferir que as estações de transbordo caracterizam-se como uma rápida e paliativa medida na eliminação de formas inadequadas de disposição final de resíduos, principalmente em pequenos municípios com limitações técnicas e financeiras para instalação e manutenção de aterros sanitários. Para uma análise mais detalhada da localização das áreas, visto que o período de seleção de algumas dessas localidades ser anterior à base legal utilizada como referência, sugere-se como futuras pesquisas a análise dos critérios legais e normativos vigentes na época da seleção das áreas, do histórico de ocupação do solo e levantamento de dados in loco.
Abstract: Given the environmental impacts associated with the inadequate management of Urban Solid Waste (USW), current research has given special attention to the disposal sites of these materials. This work had as objective to present a study about the location of sanitary landfills and USW transshipment stations of the microrregion of Campo Mourão municipalities, Paraná. The parameters for analysis of the location used in this study were based on the legal requirements of the state of Paraná listed in Resolution n° 094/2014 of the State Environmental Council of Paraná for sanitary landfill areas: minimum distance of 1500 m population centers, 300 m of isolated residences and 200 m of water bodies; and Portaria n° 187/2013 of the Environmental Institute of Paraná for transhipment station areas: minimum distance of 400 m of population centers, 200 m of isolated residences and 200 m of public domain roads. In the mapping of distances, three buffers were generated for sanitary landfills: 1,500 m, 300 m and 200 m. Two buffers were generated for the transhipment stations: 400 m and 200 m. Based on the methodology used, it was possible to observe areas that would fulfill all the expected criteria and areas that would partially fulfill these criteria. When evaluating the general situation of transhipment areas and final disposal of USW in the microrregion, we note the attempt to minimize the environmental impacts associated with inadequate USW management, as evidenced by the adoption of transhipment units and the absence of dumps in the areas analyzed. In this context, it can be inferred that the transhipment stations are characterized as a quick and palliative measure in the elimination of inadequate forms of final disposal of residues, mainly in small municipalities with technical and financial limitations for installation and maintenance of sanitary landfills. For a more detailed analysis of the areas location, since the selection period of some of these locations is anterior to the legal base used as reference, it is suggested as future research the analysis of the legal and normative criteria in force at the time of the selection of the areas, the history of land occupation and data collection in loco.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8792
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
aterrossanitarioscampomourao.pdf
  Disponível a partir de 2020-12-01
3,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.