Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8926
Título: Análise das condições de insalubridade por exposição a poeira sílica dos trabalhadores de uma empresa de fabricação de argamassa
Autor(es): Silva, Bruna Ohana
Orientador(es): Denardi Júnior, Antônio
Palavras-chave: Segurança do trabalho
Poeira
Sílica
Higiene do trabalho
Qualidade de vida no trabalho
Industrial safety
Dust
Silica
Industrial hygiene
Quality of work life
Data do documento: 19-Abr-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SILVA, Bruna Ohana da. Análise das condições de insalubridade por exposição a poeira sílica dos trabalhadores de uma empresa de fabricação de argamassa. 2017. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2017.
Resumo: A poeira é um agente químico que pode ser prejudicial a saúde do trabalhador, especialmente quando contém sílica cristalina. Esse tipo de poeira está relacionada ao aparecimento de várias doenças respiratórias das quais podemos citar a silicose, câncer de pulmão e tuberculose. O trabalho insalubre é aquele que resulta em prejuízo constante a saúde do trabalhador. O objetivo desse trabalho foi analisar as concentrações de poeira respirável contendo sílica cristalina e comparar os resultados com os limites de tolerância estabelecidos na legislação. A NR 15 dispõe sobre os limites de tolerância a serem considerados os ambientes insalubres. A metodologia adotada foi a recomendada pela Fundacentro na Norma de Higiene Ocupacional 08 – Coleta de Material Particulado Sólido Suspenso no Ar de Ambientes de Trabalho. A empresa que serviu como foco desse estudo é responsável pela fabricação de argamassa e está localizada na região metropolitana de Curitiba. Os resultados obtidos através da comparação das concentrações de poeira sílica quantificados com os limites de tolerância estabelecidos são satisfatórios em relação a saúde do trabalhador. As concentrações estão abaixo dos limites de tolerância, dessa maneira o ambiente de trabalho não é considerado insalubre ao trabalhador, porém mesmo sendo considerado salubre, devem-se manter os cuidados preventivos para não expor e comprometer a saúde dotrabalhador.
Abstract: Dust is a chemical agent that can be harmful to the health of the worker, especially when it contains crystalline silica. This type of dust is related to the appearance of several respiratory diseases of which we can mention silicosis, lung cancer and tuberculosis. Unhealthy work is one that results in constant injury to the health of theworker. The objective of this work was to analyze the concentrations of respirable dust containing crystalline silica and to compare the results with the limits of tolerance established in the legislation. NR 15 sets out the limits of tolerance to be considered in unhealthy environments. The methodology adopted was that recommended by Fundacentro in the Occupational Hygiene Standard 08 - Collection of Solid Particulate Material Suspended in the Air of Work Environments. The company that served as the focus of this study is responsible for the manufacture of mortar and is located in the metropolitan area of Curtiba. The results obtained by comparing the concentrations of silica dust quantified with the established tolerance limits are satisfactory in relation to the health of the worker. Concentrations are below the tolerance limits, in this way the work environment is not considered unhealthy to the worker, but even being considered salubrious, preventive care should be maintained so as not to expose and compromise the health of the worker.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8926
Aparece nas coleções:CT - Engenharia de Segurança do Trabalho

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_CEEST_XXXIII_2017_04.pdf632,33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.