Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9040
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSantos, Luma Caroline dos-
dc.date.accessioned2018-06-19T21:18:01Z-
dc.date.available2018-06-19T21:18:01Z-
dc.date.issued2015-11-24-
dc.identifier.citationSANTOS, Luma Caroline dos. Determinação de cafeína, paracetamol e ibuprofeno para identificar atividade antrópica no Rio Iguaçu. 2015. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Tecnologia em Processos Ambientais) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9040-
dc.description.abstractWater is one of the fundamental importance of substances for the maintenance of life on earth, but population growth has caused a shrinking availability of this feature is found, determined by degradation of water bodies which then prevents its use. Emerging contaminants have great contribution to the worsening pollution of water bodies, and one of the main sources of contamination are human activities. Taking into account the anthropogenic influence, this study aims to determine the concentrations of caffeine, paracetamol and ibuprofen and thus evaluate through chemical physical parameters of water quality in some parts of the Iguaçu River. For this there were three samples (December 2014, February and June 2015) at four points in the river Iguaçu and parameters were analyzed ammonia nitrogen, nitrite, nitrate and orthophosphate, in addition to emerging contaminants through analysis by high performance liquid chromatography efficiency coupled with a diode array detector. Caffeine was the most compound present in the samples with a maximum concentration of 9,366 μg.L-1, this value was found in the first sample at the point of Curitiba; ibuprofen was found in higher concentrations in the first collection performed only with values ranging from 0.747 to 6.733 μg.L-1 will not detected in the other sampling periods and paracetamol was detected in lower concentrations. Through the results it observed an anthropogenic influence on the Iguaçu River, and also that the studied micropollutants behave as an indicator of contamination in wastewater.pt_BR
dc.description.sponsorshipConselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)pt_BR
dc.description.sponsorshipFundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paranápt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Tecnológica Federal do Paranápt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectPoluiçãopt_BR
dc.subjectResíduos industriaispt_BR
dc.subjectÁgua - Poluiçãopt_BR
dc.subjectÁguas residuaispt_BR
dc.subjectPollutionpt_BR
dc.subjectFactory and trade wastept_BR
dc.subjectWater - Pollutionpt_BR
dc.subjectSewagept_BR
dc.titleDeterminação de cafeína, paracetamol e ibuprofeno para identificar atividade antrópica no Rio Iguaçupt_BR
dc.title.alternativeDetermination of caffeine, paracetamol and ibuprofen to identify anthropogenic activity on the Iguaçu Riverpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.description.resumoA água é uma das substâncias de fundamental importância para a manutenção da vida na terra, porém o aumento populacional fez com que fosse encontrada em uma disponibilidade cada vez menor desse recurso, determinada pela degradação dos corpos hídricos que então inviabiliza o seu uso. Os contaminantes emergentes têm grande contribuição para o agravamento da poluição nos corpos hídricos, sendo que uma das principais fontes de contaminação são as atividades antrópicas. Levando em consideração a influência antrópica, o presente trabalho teve como objetivo determinar as concentrações de cafeína, paracetamol e ibuprofeno e assim avaliar através dos parâmetros físicos químicos a qualidade da água em alguns pontos do Rio Iguaçu. Para isso foram realizadas três amostragens (dezembro de 2014, fevereiro e junho de 2015) em quatro pontos no rio Iguaçu e foram analisados os parâmetros de nitrogênio amoniacal, nitrito, nitrato e ortofosfato, além dos contaminantes emergentes através da análise por cromatografia líquida de alta eficiência acoplado a um detector de arranjo de diodos. A cafeína foi o composto mais presente nas amostras com uma concentração máxima de 9,366 µg.L-1, esse valor foi encontrado na primeira coleta no ponto de Curitiba; o ibuprofeno foi encontrado em maiores concentrações somente na primeira coleta realizada, com valores que variaram de 0,747 á 6,733 µg.L-1 e não detectado nos outros períodos amostrais e o paracetamol foi detectado em menores concentrações. Através dos resultados obtidos foi possível verificar uma influência antrópica no rio Iguaçu, e também que os micropoluentes estudados se comportam como um indicador de contaminação em águas residuárias.pt_BR
dc.degree.localCuritibapt_BR
dc.publisher.localCuritibapt_BR
dc.contributor.advisor1Azevedo, Júlio César Rodrigues de-
dc.contributor.advisor-co1Prado, Marcelo Real-
dc.contributor.referee1Passig, Fernando Hermes-
dc.contributor.referee2Pagioro, Thomaz Aurélio-
dc.contributor.referee3Azevedo, Júlio César Rodrigues de-
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programTecnologia em Processos Ambientaispt_BR
dc.publisher.initialsUTFPRpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA SANITARIA::TRATAMENTO DE AGUAS DE ABASTECIMENTO E RESIDUARIASpt_BR
Aparece nas coleções:CT - Tecnologia em Processos Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COPAM_2015_2_2.pdf381,09 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.