Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9145
Título: Lagoa de lemnáceas empregada no pós tratamento do efluente de um wetland construido de fluxo horizontal
Título(s) alternativo(s): Lemnaceae lagoon employed in post-treatment of the effluent of a wetland constructed of horizontal flow
Autor(es): Maranzatto Junior, Antonio Roberto
Orientador(es): Carvalho Junior, Orlando de
Palavras-chave: Lagoas de estabilização
Águas residuais - Purificação
Alagadiços
Sewage Lagoons
Sewage - Purification
Wetlands
Data do documento: 29-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: MARANZATTO JUNIOR, Antonio Roberto. Lagoa de lemnáceas empregada no pós tratamento do efluente de um wetland construido de fluxo horizontal. 2017. 77 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2017.
Resumo: A remoção de nutrientes do esgoto sanitário ainda é um grande desafio. Os sistemas de tratamento de esgoto convencionais não atenuam a alta carga de nutrientes como nitrogênio (N) e Fósforo (P), e os métodos usuais de remoção demandam alto investimento para instalação e operação. O despejo desses nutrientes nos corpos hídricos causam consequências graves como a eutrofização e, nas águas subterrâneas, a preocupação é com o nitrato, que contamina as águas de abastecimento e pode causar problemas de saúde pública como a síndrome do bebê azul (metemoglobinemia). Diante disso este estudo teve como objetivo avaliar a eficiência na remoção de nutrientes em uma lagoa experimental de Lemnas (Landoltia punctata), em escala de bancada, como unidade de pós tratamento de esgoto produzido por um Wetland Construído de Fluxo horizontal (WCFH). O WCFH tratava esgoto oriundo de um Restaurante Universitário do Campus de Londrina da UTFPR. A eficiência de remoção média total de NTK e nitrogênio amoniacal (NH4+) foram de 77,27% e 56,22% respectivamente, já na lagoa de Lemnas a remoção foi de 48,79% e 37,67%. A eficiência média de remoção de DQO foi de 86,19% e 31,87%. A partir dos resultados foi possível constatar que a associação da lagoa de Lemnas se mostrou como alternativa viável para compor sistema de polimento do Sistema Wetland construído considerado.
Abstract: Removing nutrients from sanitary sewage is still a major challenge. Conventional sewage treatment systems do not attenuate the high load of nutrients such as nitrogen (N) and phosphorus (P), and the usual methods of removal require high investment for installation and operation. Dumping at high concentrations in water bodies causes serious consequences such as eutrophication and, in groundwater, concern is with nitrate, which contaminates drinking water and can cause public health problems such as blue baby syndrome (methemoglobinemia). The objective of this study was to evaluate the efficiency of nutrient removal in an experimental lagoon of Lemnas (Landoltia punctata), on a bench scale, as a post-treatment unit of sanitary sewage coupled to a Horizontal Flow Built Wetland. The effluent used came from a University Restaurant. The total removal efficiency of KTN and ammoniacal nitrogen (NH4 +) was 77.27% and 56.22%, respectively, whereas in the Lemnas lagoon the removal was 48.79% and 37.67%. The average efficiency of COD removal was 86.19% and 31.87%. From the results it was possible to verify that the association of the Lemnas lagoon was shown as a viable alternative to compose the constructed Wetland System considered.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9145
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2017_2_02.pdf2,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.