Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9171
Título: Análise da qualidade do ar ambiente de cooperativa de catadores de materiais recicláveis
Título(s) alternativo(s): Analysis of the ambient air quality of a materials recovery facility
Autor(es): Wikuats, Caroline Fernanda Hei
Orientador(es): Prates, Katia Valeria Marques Cardoso
Palavras-chave: Qualidade do ar de interiores
Poluentes
Cooperativas de reciclagem
Indoor air quality
Pollutants
Recycling cooperatives
Data do documento: 29-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: WIKUATS, Caroline Fernanda Hei. Análise da qualidade do ar ambiente de cooperativa de catadores de materiais recicláveis. 2017. 129 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2017.
Resumo: O processo de industrialização e o crescimento populacional têm causado diversos problemas ambientais, entre eles a deterioração da qualidade do ar e a geração crescente de resíduos sólidos que, além de causarem a degradação do meio ambiente, também podem afetar a saúde humana e interferir na qualidade de vida no planeta. Assim, este trabalho teve como objetivo determinar as concentrações de material particulado (MP), em massa e número, e de microrganismos (bioaerossóis) em ar ambiente de uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis do município de Londrina. A amostragem das variáveis meteorológicas, do MP e dos bioaerossóis foi feita nos dias 14 e 17 de agosto (inverno) e 03 e 05 de outubro (primavera), nos períodos da manhã e da tarde, em quatro pontos: um no barracão de resíduos (P1), um no ambiente externo (P2), um no escritório (P3) e outro também no ambiente externo (P4). A temperatura e a umidade relativa do ar foram medidas concomitantemente com a coleta de MP e bioaerossóis utilizando o sensor externo Onset HOBO. A coleta de MP foi feita por 60 minutos ao fluxo de 2,83 L.min-1 utilizando o contador de partículas Met One 804 e o monitor da massa de aerossol Met One 831. Para a coleta dos bioaerossóis foi utilizada a técnica de sedimentação espontânea durante 10 minutos em cada ponto de coleta e concomitante com a medida de MP. Após o crescimento dos microrganismos foi calculada a sua concentração (em UFC.m-3) e, em seguida, foi feita uma análise morfotintorial para as colônias de bactérias, enquanto as colônias de fungos passaram por técnica de microcultivo. As concentrações de MP e bioaerossóis apresentaram variabilidade, não sendo observado um comportamento similar entre os poluentes no que diz respeito aos locais e aos períodos do dia com maiores concentrações. No geral, os valores mais elevados em número e em massa de MP, de bactérias e de fungos foram registrados, predominantemente, na primavera. Entretanto, houve variação entre os ambientes e os tamanhos de MP analisados, sendo que a temperatura e a umidade relativa podem ter influenciado nesse comportamento. Os ambientes de trabalho da cooperativa estudada apresentaram valores de concentração de 117,1 a 3.855,9 partículas.L-1 para NP2,5, de 22,0 a 916,8 μg.m-3 para MP10, de 8,7 a 3.136,2 UFC.m-3 para bactérias e de 202,9 a 1.611,6 UFC.m-3 para fungos, sendo que diversos valores foram superiores aos recomendados pelas legislações analisadas. Assim, essa exposição pode implicar na ocorrência de efeitos negativos à saúde dos trabalhadores, que precisam utilizar equipamentos de proteção individual (principalmente luvas e máscaras) a fim de atenuar a exposição aos poluentes.
Abstract: The industrialization process and the population growth have caused many environmental problems, including the deterioration of air quality and the progressive generation of solid waste that, in addition to causing environmental degradation, can also affect human health and interfere with the quality of life on the planet. Thus, this study aimed to determine the concentrations of particulate matter (PM), in mass and number, and of microorganisms (bioaerosols) in the ambient air of a materials recovery facility in the city of Londrina. Sampling of the meteorological, PM and bioaerosols variables was done on August 14 and 17 (winter) and on October 03 and 05 (spring), in the morning and in the afternoon, in four points: one in the waste shed (P1), one in the outdoor environment (P2), one in the office (P3), and another one in the outdoor environment (P4). The air temperature and relative humidity were measured concomitantly with the sampling of PM and bioaerosols using the external Onset HOBO sensor. The PM sampling was done for 60 minutes at a flow rate of 2.83 L.min-1 using the Met One 804 particle counter and the Met One 831 aerosol mass monitor. The sedimentation technique was used to collect the bioaerosols for 10 minutes at each sampling point and concurrently with the PM measurement. After the growth of the microorganisms, their concentration was calculated (in CFU.m-3) and then, morphology and staining characteristics were analyzed for the colonies of bacteria, while the microculture technique was applied for the colonies of fungi. Concentrations of PM and bioaerosols presented variability, and a similar behavior was not observed among the pollutants with respect to the sampling points and the periods of the day with higher concentrations. In general, the highest concentrations of PM, in number and mass, bacteria and fungi were recorded predominantly in the spring. However, there was variation between the sampling sites and PM sizes analyzed, and temperature and relative humidity may have influenced this behavior. The working environments of the materials recovery facility studied presented concentration values from 117.1 to 3,855.9 particles.L-1 for PN2,5, from 22.0 to 916.8 μg.m-3 for PM10, from 8.7 to 3,136.2 CFU.m-3 for bacteria, and from 202.9 to 1,611.6 CFU.m-3 for fungi, and many values were higher than those recommended by the standards. Therefore, this exposure may lead to adverse effects on workers’ health, who need to use personal protective equipment (mainly gloves and masks) to reduce the exposure to pollutants.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9171
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2017_2_07.pdf3,76 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.