Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9212
Título: Efeito da adição de casca de aveia em biopolímeros compostados com resíduos orgânicos e poda de árvores
Título(s) alternativo(s): Effect of the addition of oat straw on biopolymers composted with organic waste and pruning trees
Autor(es): Moser, Rafaela Gasparotto
Orientador(es): Dal Bosco, Tatiane Cristina
Palavras-chave: Compostagem
Biopolímeros
Resíduos orgânicos
Composting
Biopolymers
Organic wastes
Data do documento: 20-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: MOSER, Rafaela Gasparotto. Efeito da adição de casca de aveia em biopolímeros compostados com resíduos orgânicos e poda de árvores. 2017. 86 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2017.
Resumo: Os biopolímeros tornam-se cada vez mais importantes para a produção de embalagens que facilitem o posterior gerenciamento dos resíduos, em especial os orgânicos em usinas de compostagem. Neste estudo objetivou-se avaliar a compostabilidade de biopolímeros produzidos a partir de amido com e sem a adição de casca de aveia, em processo de compostagem de resíduos orgânicos domiciliares com poda de árvores. A compostagem teve duração de 60 dias e foi realizada em reatores de 100 L, sendo que 30 L foram ocupados com resíduos orgânicos domiciliares e 66 litros com poda de árvore. O experimento foi realizado em duplicata, sendo os tratamentos os tipos de biopolímeros (com e sem adição de casca de aveia) e a testemunha (sem biopolímeros). Foram monitorados os seguintes parâmetros ao longo da compostagem: temperatura, relação C/N, carbono orgânico total, nitrogênio total, pH, condutividade elétrica, série de sólidos, umidade, teor de micro e macronutrientes do composto final e redução de massa e volume. A degradação dos biopolímeros ao final do experimento foi analisada com o auxílio de registros fotográficos e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os biopolímeros não influenciaram no comportamento da temperatura e a fase termofílica durou cerca de 11 dias; o pH foi estabilizado próximo a 9 e a condutividade elétrica foi maior ao final do processo. Houve redução dos sólidos voláteis, da relação C/N, do volume e da massa dos compostos. Nos registros fotográficos notou-se que o biopolímero sem casca de aveia degradou mais que o com casca de aveia e nas imagens de MEV observou-se rachaduras, orifícios e superfícies irregulares, que não existiam nos biopolímeros antes da compostagem. Conclui-se que a presença dos biopolímeros não interferiu no processo de compostagem e nem na qualidade do composto final. E o tempo de compostagem não foi o suficiente para degradar completamente os biopolímeros.
Abstract: Biopolymers become increasingly important to the package production that makes easy the waste management, especially the organics in composting plants. The present study intends to evaluate the compostability of biopolymers made from starch with and without oat straw addition, in composting process with domestic organic waste and tree pruning. The composting lasted 60 days and was made in 100 L reactors, being that 30 L was domestic organic waste and 66 L was pruning tree. The experiment was made in duplicate, being the treatments the types of biopolymers (with and without oat straw addition) and the witness (without biopolymers). Were monitored the following parameters along the composting: temperature, C/N ratio, total organic carbon, total nitrogen, pH, electrical conductivity, solids, humidity content, micro and macronutrients and weight and volume reduction. At the end of the process, biopolymers degradation was analyzed with the assistance of photographic records and scanning electron microscopy. The biopolymers didn’t act upon temperature parameter and the thermophilic phase was observed for about 11 days; the pH was stabilized near to 9 e the electrical conductivity was higher at the end of the process. There was a reduction of volatile solids, C/N ratio, volume and mass of the compounds. The photographic records showed that the biopolymer without oat straw degraded more than the biopolymer with oat straw and the scanning electron microscopy images showed cracks, holes and irregular surfaces that didn’t exist on the biopolymer before the composting. It is concluded that the presence of the biopolymers didn’t interfere in the composting or in the final compound quality. And the composting time wasn’t enough to completely degrade the biopolymers.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9212
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2017_2_20.pdf2,28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.