Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9289
Título: Influência das variáveis tempo e densidade de corrente nas propriedades de revestimentos galvanizados eletroliticamente
Autor(es): Oliveira, Jonathas Luciano de
Orientador(es): Villanova, Rodrigo Lupinacci
Palavras-chave: Eletrodeposição de ligas (Metalurgia)
Revestimentos
Corrosão e anticorrosivos
Zinco
Engenharia mecânica
Alloy plating
Coatings
Corrosion and anti-corrosives
Zinc
Mechanical engineering
Data do documento: 5-Jun-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: OLIVEIRA. Jonathas Luciano de. Influência das variáveis tempo e densidade de corrente nas propriedades de revestimentos galvanizados eletroliticamente. 2016. 127 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2016.
Resumo: O processo de eletrodeposição metálica é amplamente utilizado pela indústria para obtenção de peças que possuam características decorativas, resistência à abrasão e corrosão, entre outras. A chamada zincagem é um dos processos de eletrodeposição que tem por objetivo a formação de uma camada de conversão de zinco que atuará como metal de sacrifício quando depositada sobre ligas de ferro, por exemplo. Para uma melhor qualidade de revestimento, é necessário compreender como determinadas variáveis atuam durante a eletrodeposição. Levando isto em consideração, este trabalho se propôs a analisar as variáveis tempo (5, 10 e 15 minutos) e densidade de corrente (0,8, 1,0 e 1,2 A/dm2), no processo de galvanização eletrolítica utilizando zinco metálico, e as consequências da variação desses parâmetros na espessura de camada, microdureza, adesão e características topográficas superficiais. Para os experimentos foram utilizadas amostras de aço SAE 1010 que passaram pelo mesmo processo de preparação, de forma a obter menor dispersão nos valores obtidos. Os resultados obtidos relacionam tempo e densidade de corrente com espessura e microdureza. Ao observar as micrografias eletrônicas, tem-se uma homogeneidade em todas as condições experimentais, resultado este vinculado ao pré tratamento nas amostras. Todos os experimentos obtiveram um aumento da espessura de camada com o tempo e com o aumento da densidade de corrente, porém para algumas configurações de set up a camada se mostrou mais compacta, enquanto para as com alta densidade de corrente houveram porosidade e trincas. As análises de microdurezas decaem com o aumento da espessura, contudo os valores obtidos podem ter tido grande influência nos experimentos em que a camada possuíam regiões porosas. Além disso, não foi possível obter relação coerente entre as variáveis manipuladas e ensaio de riscamento devido a baixa carga aplicada e rugosidade da amostra.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9289
Aparece nas coleções:CT - Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_DAMEC_2016_1_12.pdf19,1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.