Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9338
Título: Caracterização físico química de α - quitina em exoesqueletos de escarabeídeos (Strategus sp.) e aproveitamento da biomassa residual para obtenção de quitosana
Título(s) alternativo(s): Chemical physical characterization of α - chitin in exoskeletons of scarabeids (Strategus sp.) and utilization of residual biomass to obtain chitosan
Autor(es): Macedo, Jonathan Silva Teixeira de
Orientador(es): Silva, Davi Costa
Palavras-chave: Química analítica
Polissacarídeos
Biopolímeros
Chemistry, Analytic
Polysaccharides
Biopolymers
Data do documento: 28-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: MACEDO, Jonathan Silva Teixeira de. Caracterização físico química de α - quitina em exoesqueletos de escarabeídeos (Strategus sp.) e aproveitamento da biomassa residual para obtenção de quitosana. 2017. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2017.
Resumo: Neste estudo a estrutura físico-química do exoesqueleto de escarabeídeos do gênero Strategus sp. foi caracterizada ao longo do corpo quitonoso do inseto. Élitros, patas e abdômens foram submetidos a digestões ácida e alcalina e as propriedades químicas estruturais foram avaliadas a partir de técnicas de FTIR e DRX. A estrutura polimórfica do biopolímero foi caracteriza como ɑ-quitina. A quitina extraída apresentou o grau de acetilação de 83,48%, 81,82%, 72,77% para élitros, patas e abdômens respectivamente. Os difratogramas de raios – X apresentaram planos de reflexão em 2θ 9,2° (020) e 2θ 19,2° (110). Os índices de cristalinidade para élitros, patas e abdômens foram de 95.5%, 94.9%, 94.6% respectivamente e os valores obtidos demonstraram linearidade com o grau de acetilação calculado para cada parte do exoesqueleto do inseto. A quitosana obtida por derivatização química apresentou grau de acetilação de 38,28% que caracteriza a predominância de grupos amina livres fazendo com que o composto se comporte como um polieletrólito forte, essa característica permite maior reativade e a formação de novos compostos derivados da quitosana.
Abstract: In this study, the physical-chemical structure of the exoskeleton of scarabeids of the genus Strategus sp. was characterized along the insect's chitonous body. Elytras, paws and abdomens were submitted to acid and alkaline digestions and structural chemical properties were evaluated using FTIR and XRD techniques. The polymorphic structure of the biopolymer was characterized as ɑ-chitin. The extracted chitin presented the degree of acetylation of 83.48%, 81.82%, 72.77% for elytra, paws and abdomen respectively. The X - ray diffractograms presented reflection planes at 2θ 9,2 ° (020) and 2θ 19,2 ° (110). The crystallinity indexes for elytra, paws and abdomen were 95.5%, 94.9%, 94.6%, respectively and the values obtained showed linearity with the degree of acetylation calculated for each part of the exoskeleton of the insect. The chitosan obtained by chemical derivatization showed a degree of acetylation of 38.28% which characterizes the predominance of free amine groups, making the compound behave as a strong polyelectrolyte, this characteristic allows a greater reactivity and the formation of new compounds derived from chitosan.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9338
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_DAQUI_2017_2_4.pdf1,3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.