Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9352
Título: Progresso genético em caracteres agronômicos de soja
Título(s) alternativo(s): Genetic progress in agricultural soybean characters
Autor(es): Boggio, Wendel
Orientador(es): Benin, Giovani
Palavras-chave: Grãos - Rendimento
Soja - Cultivo
Soja - Melhoramento genético
Grain - Yields
Soybean - Planting
Soybean - Breeding
Data do documento: 24-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: BOGGI, Wendel. Progresso genético em caracteres agronômicos de soja. 2017. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2017.
Resumo: A cultua da Soja (Glycine max) desempenha importante função econômica para o Brasil e mundo. O presente trabalho teve o objetivo de caracterizar o progresso genético em caracteres agronômicos de cultivares de soja, estabelecendo quais alterações nos componentes de rendimento mais impactaram no incremento da produtividade. O experimento foi implantado no município de Paro Branco-PR, na safra agrícola 2016/2017 na área experimental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Um total de 30 genótipos de soja lançados entre 1965 e 2011 foram avaliados em unidades experimentais constituídas por quatro linhas de cinco metros de comprimento espaçadas 0,5 m entre si (10 m2) com densidade de semeadura de 350.000 sementes por ha-1, utilizando um delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições. Para obtenção do rendimento de grãos foram colhidas apenas as duas linhas centrais de cada parcela, resultando em uma área útil de 5 m2. Foram avaliados os componentes índice de acamamento (ACAM), rendimento biológico (RB), altura de inserção de primeira vagem (AIPV), número de nós por planta (NNP), número de ramos por planta (NRP), número de vagens por planta (NVP), índice de colheita (IC), estatura de planta (EP), peso de mil grãos (PMG) e rendimento de grãos (RG). No período de 1965 a 2011, encontrou-se RG médio de 3987,5 kg-ha-1, variando de 2696,61 kg-ha-1 no genótipo menos produtivo a 5127,04 kg-ha-1 para o mais produtivo. O RG teve associação positiva com o ano de lançamento (0,71*), tendo incremento no RG de 36,96 kg-ha-1 ao ano. Houve correlação positiva entre o RG e os caracteres RB (0,31*), IC (0,60*), AIPV (0,42*) e NVP (0,35*). Os componentes NRP (-0,57*), EP (-0,45*), e ACAM (-0,37*) apresentaram correlação negativa com o RG. A associação com ano de lançamento foi positiva para os componentes RB (r=0,51*), AIPV (r=0,54*), NVP (r=0,55*), IC (r=0,39*) e RG (r=0,71*), já para os caracteres NVP (r=-0,69*), EP (r=-0,57*) e ACAM (-0,31*) a associação foi negativa.
Abstract: Soya cultivation (Glycine max) plays an important economic role for the world and Brazil. The present work had the objective of characterizing the genetic progress in agronomic traits of soybean cultivars, establishing which changes in the yield components most impacted in the increase of productivity. The experiment was implemented in the municipality of Paro Branco-PR, in the agricultural crop 2016/2017 in the experimental area of the Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). A total of 30 soybean genotypes released between 1965 and 2011 were evaluated in experimental units consisting of four rows of five meters in length spaced 0.5 m apart (10 m2) with sowing density of 350,000 seeds per ha-1, using a randomized block design with three replicates. To obtain grain yield, only the two central lines of each plot were collected, resulting in a useful area of 5 m2. The number of nodes per plant (NNP), number of branches per plant (NRP), number of pods per plant, number of plants per plant (NNP), number of plants per plant (NVP), crop index (CI), plant height (PE), weight of a thousand grains (PMG) and grain yield (GR). In the period 1965 to 2011, the average RG of 3987.5 kg-ha-1 was found, ranging from 2696.61 kg-ha-1 in the less productive genotype to 5127.04 kg-ha-1 for the most productive. The RG was positively associated with the year of launch (0.71 *), with an increment in the RG of 36,96 kg-ha-1 per year. There was a positive correlation between RG and RB (0.31 *), IC (0.60 *), AIPV (0.42 *) and NVP (0.35 *). The components NRP (-0.57 *), EP (-0.45 *), and ACAM (-0.37 *) presented negative correlation with the RG. The association with release year was positive for the components RB (r = 0.51 *), AIPV (r = 0.54 *), NVP (r = 0.55 *), and RG (r = 0.71 *), whereas for the NVP (r = -0.69 *), EP (r = -0.57 *) and ACAM (-0.31 *) the association was negative.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9352
Aparece nas coleções:PB - Agronomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COAGR_2017_2_11.pdf501,91 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.